terça-feira, 12 de agosto de 2014

Judith McNaught - Agora e Sempre

Título Original: Once And Always
Protagonistas: 
Jason Fielding e Victoria Seaton

Série Sequels 01

Em 1815, a americana Victoria Seaton perde os pais em um trágico acidente de carruagem. Seu amigo Andrew, com quem a jovem pretende se casar, está fora do país. Ela e a irmã Dorothy ficam completamente desamparadas, até descobrirem que a mãe pertencera à aristocracia inglesa. As irmãs são forçadas a partir para a Inglaterra para se hospedarem na casa de parentes desconhecidos. Victoria surpreende-se ao conhecer seu primo distante, o lorde Jason Fielding. Disputado pelas mais belas mulheres da alta sociedade, solteiras ou casadas, Jason é um mistério para a jovem. Confusa pela arrogância do rapaz, mas atraída por seu forte poder de sedução, ela percebe que Jason é assombrado por um passado doloroso. Autora de mais de quinze best-sellers, Judith McNaught constrói histórias de esperança e amor, com personagens envolventes e apaixonantes que encantam leitores de todo o mundo.


Desde que seu filho e sua esposa infiel haviam morrido há 3 anos, lorde Jason Fielding fechou seu coração. Usava as mulheres quando precisava delas, mas não deixava ninguém chegar perto o suficiente. Como se não bastasse seu conturbado e escandaloso casamento, ele ainda trazia marcas de um passado que tentava a todo custo esquecer. Por isso, quando descobre que não somente abrigará uma prima distante cuja existência desconhecia, mas que supostamente também está noivo dela, faz de tudo para afastá-la.
Victoria Seaton mal perdeu os pais e já teve que se afastar do único país que conhecia como lar. Pra completar, ela e Dorothy, sua irmã mais nova, viveriam em casas diferentes e, ainda por cima, seria afastada de Andrew, o rapaz com quem planejava se casar. E por estar fora do país, ele não tomara conhecimento nem da morte dos pais dela, muito menos de sua partida para a Inglaterra. Ela já imaginava que as coisas não seriam muito fáceis em sua nova vida, contudo o que a consolava era o fato de que tudo isso duraria pouco tempo, pois assim que tomasse conhecimento de sua nova situação, Andrew com certeza iria buscá-la e se casaria com ela. Mas ao chegar em seu novo lar, não só descobrira que sua presença não era desejada como também que estava noiva do homem mais mal-humorado que já conhecera. Claro que não aguentaria essa situação por muito tempo, mas em breve ela se veria longe de tudo isso, graças a Andrew. Entretanto, conforme o tempo passava ficava cada vez mais claro que seu destino era mesmo permanecer na Inglaterra. E já que aquele seria seu lar, não abaixaria a cabeça. Faria de tudo para conquistar a amizade de todos e ser útil naquele lugar.
Não demorou muito para conquistar a todos na Inglaterra... exceto seu primo, Jason. Ele dificultava cada tentativa de aproximação e escondia segredos que a intrigavam. Conforme vai descobrindo o homem por trás daquela armadura de ferro, Victoria se vê cada vez mais atraída por seu belo primo. E ele também parece não resistir aos encantos dela. Mas o que ela faria se descobrisse os segredos de Jason? E o que aconteceria se Andrew batesse novamente em sua porta?

Não é de hoje que ouço falar de Judith McNaught. Alguns comentários diziam que ela é o tipo de autora "ame ou odeie" e minha única experiência com autores desse tipo era com a falecida Penny Jordan. Por isso, sempre relutava em ler algo da tia Juju. Até que um dia minha amiga Thaís me mandou uma mensagem no face me perguntando se eu leria um livro de sua autora diva, se ela me desse de presente. E foi assim que começou! Então, antes de mais nada eu gostaria de agradecer muuuitíssimo à Thaís que me presenteou com esse livro. Foi uma verdadeira saga pra ela conseguir esse livro e fiquei muito emocionada que, em meio a correria e agitação que é a vida dela, ainda tenha arrumado um tempinho pra me mimar, hehe. Sem palavras pra te agradecer, menina! Um "muito obrigada" parece muito pouco em comparação a tudo o que representou pra mim, de coração! 

Sabe quando você lê um livro onde as coisas vão se encaixando na maior perfeição? Pois "Agora e Sempre" é exatamente assim. Comecei a ler num misto de empolgação e ressalva, por conta dos comentários sobre a autora, que falei acima. Logo de cara levei dois sustos. Foi mais ou menos assim: 1- Gente, como assim ele já e casado? e 2- Geeeente, como assim a mocinha tem 15 anos??? Mas caaalma, como eu disse, as coisas vão se encaixando com perfeição. Claro que era apenas um vislumbre do passado dos nossos protagonistas. Logo no começo tem uma passagem de tempo (não considero isso um spoiler, porque... bem, está logo no começo, rs...), que faz toda a diferença na história. Daí pra frente, acompanhamos uma história maravilhosa! É lindo ver a forma como Victoria vai influenciando, positivamente, o carrancudo Jason. Ele tem um passado muito sofrido, quanta dor esse homem não teve que suportar... Victoria era tudo o que ele precisava. O único problema era ele aceitar isso. E o homem reluta. Luta com unhas e dentes contra os sentimentos que começa a sentir por ela. Mesmo quando estão juntos, uma parte dele sempre se mantém distante. Ainda bem que Victoria é persistente e sabe o que quer.

Agora, o que seria da trama sem uma boa dose de segredos e mal-entendidos, não é verdade? Por mais que Victoria diga e demonstre seu interesse verdadeiro por Jason, ainda assim ele consegue fazer uma confusão das coisas, e acaba tirando conclusões pra lá de precipitadas. E com isso, a pobrezinha sofre sem saber o porquê. E quando tudo parece finalmente se acertar... lá vem o passado bater — literalmente — à porta deles. E graças ao duque de Atherton, o "tio Charles", responsável por trazê-la à Inglaterra e tentar a todo custo unir Jason e Victoria, a coisa consegue ficar ainda pior. E o pobre tiozinho com a melhor das intenções....

Ao longo da trama ainda vamos descobrindo segredos sobre a família de Victoria (mais especificamente sobre a mãe dela), segredos sobre o passado de Jason e até mesmo sobre o tio Charles. Sem contar os boatos sobre a reputação de nosso mocinho, que não eram nada lisonjeiros e até, diria eu, criminosos. Não há espaço pra tédio nesse livro. E nem vou começar a falar do Andrew aqui, senão vai render ainda mais. É melhor você ler e descobrir o papel que ele terá na trama. Eita, que a coisa vai pegar... Mas se tem alguém que merece um destaque especial, é a irmã mais nova de Victoria, Dorothy. Todo mundo acha que ela á a típica mocinha submissa, a que será a esposa perfeita, a que sempre acatará ordens, nunca dará problemas. E, apesar dela aparecer muito pouco na história, sempre que isso acontecia víamos que de submissa ela não tinha nada. Acho uma grande pena não haver um livro só dela. Puxa, que desperdício de personagem bom. Seria muito interessante ver alguém tentar obrigá-la a casar com um homem que não deseja. Essa eu pagava mesmo pra ver.

Me apaixonei pelo livro e seus personagens. Me apaixonei pela escrita da autora, e como ela conduz a história magnificamente. Já estou com os outros dois livros da série aqui pra ler. E agora entendo porque tanta gente anseia que uma editora se interesse em publicar os livros de Judith McNaught aqui no Brasil. Alôôô editoras, vocês estão perdendo dinheiro. Tanto livro meia boca sendo publicado e aqui está essa autora de renome, sem ninguém pra publicar por aqui. #Publica

Se ainda resta alguma dúvida, digo com todas as letras: eu amei esse livro. Super-hiper-ultra-mega-power recomendado. Esse eu assino embaixo, em cima, do lado, do outro...



Série Sequels:


01- Agora e Sempre (OnceAnd Always) - Jason Fielding e Victoria Seaton
02- Um Amor Maravilhoso (Something Wonderful) - 
Jordan Townsende e Alexandra Lawrence
03- Alguém Para Amar (Almost Heaven) - Ian Thornton e Elizabeth Cameron



Capa Original:

*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

7 comentários :

  1. vamos combinar quantas tragédias mas no fim fiquei com dó do lorde, ser traido não deve ser fácil, então é mais simples ser cinico do que demonstrar sentimento
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que a Victoria está lá pra ajudá-lo a superar, hehe!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Suelen!
    Já li "Todo ar que respiras" dessa mesma autora e adorei, só que é um contemporâneo. Gostaria muito de conferir um histórico da Judith, a narrativa dela é ótima, vou torcer para que alguma editora publique por aqui :q
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  4. Ah Su obrigada pelas lindas palavras ! Eu apenas repassei a gentileza que minha grande amiga Carla me proporcionou , ao indicar os livros divinos da tia Ju ! Você é uma pessoa tão linda , iluminada , atenciosa ... Sou muito grata por ter lhe conhecido primeiramente através dos nossos romances de banca ( titia Palmeirão :a ) então fomos encontrando afinidades em tantas outras situações e preferências , e tenho muito orgulho e alegria de ter a sua amizade ! Deus lhe abençoe sempre ! Te adoro um tantão ! Bjs :g

    ResponderExcluir
  5. Elis, eu tenho um contemporâneo dela tb, mas ainda não li. Mas pode cair de cara nesse aí, que é mara!!!! :s

    Thaís, tb tenho muito orgulho de ter sua amizade! Te adoro! :g

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates