segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Trish Morey - Ao Bel-Prazer

Título Original: His Mistress For A Million
Protagonistas: Andreas Xenides e Cleo Taylor
Paixão 166


Por um milhão de dólares: uma amante ao seu dispor!

Desempregada, sem casa e sem dinheiro: a humilde Cleo Taylor procura um trabalho apropriado. E ela não tem escolha senão considerar todas as boas ofertas… 


Treinamento no local… não é necessário experiência…

Andreas Xenides procura mulher bonita para contrato de trabalho na luxuosa ilha de Santorini. Condição: ser sua amante por um mês. Salário: um milhão de dólares.



Andrea Xenides estava prestes a finalmente completar sua vingança contra o homem que destruíra sua família: iria tomar o único bem que lhe restara um hotel. Ele já havia cuidado de todos os detalhes e estava preparado para tudo... menos para a faxineira que morava no armário de vassouras.
Cleo Taylor saíra da Austrália para Londres em busca de uma paixão. Conhecera um homem pela internet que lhe prometera o céu e a terra... e depois lhe deixara sem chão. O homem havia lhe tirado tudo: sua inocência, sua autoestima e todo o seu dinheiro de sua avó. Em uma cidade estrangeira, sem dinheiro e sem passagem de volta pra casa Cleo teve que arrumar um emprego e o único que conseguira havia sido como faxineira num hotel sem nenhuma classe. Tinha que trabalhar muito e ganhava pouco, mas pelo menos tinha um teto sobre sua cabeça e a esperança de que um dia conseguiria recuperar a quantia necessária para devolver a sua avó e comprar uma passagem para Austrália. Mas seus planos foram por água a baixo ao conhecer o bilionário que comprara o hotel onde trabalhava, e lhe informara que ele iria fechá-lo, deixando-a não somente sem emprego, mas também sem um lugar pra morar. Foi então que veio a proposta: um milhão de dólares para fingir ser sua amante por um mês.
O que era para ser apenas um negócio entre dois desconhecidos poderia em pouco tempo se tornar algo muito mais profundo. Mas quando Cleo descobrisse a verdade por trás da proposta — e na consequência que ela implicava — seria ainda possível para Andrea conquistar Cleo, transformando a farsa em realidade?

Quando comprei "Perigoso" da Diana Palmer, esse livro veio de brinde. Se não fosse assim, talvez eu nunca o leria, pois o resumo não era do tipo que me atraia muito. De qualquer forma, dei uma olhada no skoob, li alguns bons comentários sobre ele, não resisti e li no mesmo dia, numa tacada só. Gente, não posso acreditar que nunca tinha ouvido falar dessa história antes. Quase perco a chance de ler um livro muito bom!

O mocinho é um grego maravilhoso (e sabemos que mocinhos gregos em livros têm fama de serem arrogantes). Andreas está acostumado a ter tudo o que quer, quem ele quer, na hora que quer e do jeito que quer. E encontra uma mocinha que não tem papas na língua, não abaixa a cabeça e não ouve desaforos de concorrente-periguete de boca fechada, como uma bocó. O primeiro encontro deles já é um pega pra capar. Ela grita, briga e ainda arremessa chinelos no cidadão,
— Que diabos está acontecendo?
Um membro de sua equipe recuava do pequeno quarto, fugindo de um chinelo arremessado, que passou por ele e bateu com força na parede.
— Não sabia que havia alguém aqui — disse ele. — Na planta do hotel, diz que é um closet.
— Saia! — gritava a voz — Ou vou chamar o gerente, a policia!
E ele que pensava estar tudo sob controle. Andreas tirou o empregado do caminho.
— Eu cuido disso.
(...)
Ele ergueu as mãos para acalmá-la. Imaginou que era australiana pelo sotaque.
— Acho que deve se acalmar e então podemos discutir isso racionalmente.
A mão dela ergueu o chinelo.
— Me acalmar? Discutir racionalmente? Você e seus capangas não têm o direito de invadir meu quarto. Agora, dê o fora antes que eu grite de novo.
Gamoto, a maneira como se agarrava ao cobertor, como se sua honra estivesse em perigo! Pensava mesmo que a atacaria? Seria necessário um homem mais corajoso do que ele para enfrentar aquele pijama.
— Vou sair, mas apenas para você se vestir. É impossível conversar com uma mulher sentada na cama e vestida como um palhaço.
— Como ousa? Não tem o direito de estar aqui!
— Tenho todo o direito! Já perdi tempo demais aqui. Agora, vista-se e me encontre no escritório, e então conversaremos.
Ele se virou puxando a porta para fechá-la, mas não antes de outro chinelo cor-de-rosa passar por seu ombro como um míssil.

– Capítulo 3, páginas 19-21
Andreas, apesar de dividido entre surpreso e indignado, a acha cada vez mais atraente e interessante. E não perde tempo em arranjar um jeito de mantê-la um pouco mais em sua vida. Eu adorei essa mocinha que, mesmo tento passado por um perrengue, não faz papel de capacho não. Ela sabia bem o que queria e o que não queria. Querem um exemplo? Foi só Andreas insinuar que apesar de não fazer parte da equação, "o sexo poderia ser um produto colateral do acordo", pra Cleo fazer questão de colocar uma cláusula no contrato dizendo que sexo estava fora de cogitação, pra desespero dele que não conseguia parar de olhar para as curvas da mocinha, . E por falar no mocinho, ele também é ótimo. A forma como ele a trata.... o carinho na primeira vez deles.... a forma como ele acha a linda-e-sensual-assistente-periguete muito inferior se comparada a Cleo... Ele pode até ter seus "ataques de mocinho grego", mas não dura muito não, porque Cleo está lá pra baixar a bola do cidadão, hehe.

Esse livro é um que com certeza vale a pena ser lido. Se você ainda não leu, cooooorra e leia. Não vai se arrepender! Já se tornou um dos meus intocáveis: não dou, não empresto, não vendo, não troco.....

Capa Original:


*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

6 comentários :

  1. Eu keroooooooooooooooooooooooooooo! Adoro um grego arrogante, καταλαβαίνουν??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, bjs;

    ResponderExcluir
  2. O livro é muito bom, Carlinha! Se a história se passasse no Texas e a mocinha fosse virgem, seria um livrinho "DianaPalmeriano", kkkkkk :c

    ResponderExcluir
  3. Aiii fiquei tão curiosa que tive que ler!
    Li rapidinho e é realmente mt bom!

    A Petra me deixou enlouquecida de raiva, mas da Cleo... Ela não podia ter saído e deixado o Andreas dessa forma.

    Ainda bem q o gostosão resolveu tudo... Só queria mostrasse o encontro dela com a mãe dele.

    Adorei a dica, me deliciei com o livro!

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Ai, realmente faltou esse encontro. E o epílogo podia ter uma passagem MESMO de tempo.... quem sabe um bebê a vista, né?! :o
    Mas mesmo assim foi muito bom! :n

    ResponderExcluir
  5. Linda estória, amei... é muito bom sonhar de vez em quando!

    ResponderExcluir
  6. Não é?! Eu tb gostei demais desse livro!

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates