terça-feira, 11 de outubro de 2016

Lisa Kleypas - Tentação Ao Pôr do Sol

Título Original: Tempt Me At Twilight
Protagonistas: 
Poppy Hathaway e Harry Rutledge

Os Hathaways 3

Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar.

Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem.

Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele.

Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua — e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça.

Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta.


A sinopse está levemente equivocada no começo, na parte que diz que "tudo indica que (Poppy) retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar. Na verdade, é o contrário. Poppy encontrou um pretendente, um bom rapaz, de família nobre. Ambos estão, aparentemente, apaixonados e pretendem se casar. O problema é que eles estão comprometidos em segredo, pois o pai do rapaz é muito exigente e os Hathaways não são o que se pode chamar de uma família nobre tradicional. Em contrapartida, há o misterioso Harry Rutledge, dono do hotel onde Poppy e sua família estão hospedadas. Depois de um encontro inusitado entre os dois, Harry decide que Poppy será sua e está disposto a fazer qualquer coisa para se casar com ela. Contudo, a vida de Harry é totalmente tumultuada e o que Poppy procura num relacionamento é estabilidade e uma vida tranquila. Mas nem mesmo ela pode negar que há algo nele que a atrai. E uma indiscrição pode acabar determinando o futuro de ambos. Mas como Poppy reagirá quando descobrir até onde Harry foi capaz de ir para garantir que ela fosse somente dele?

Olha, eu passei por tantos sentimentos conflitantes durante a leitura desse livro, que nem sei por onde começar. Harry está longe de ser um bom moço por excelência. Ele está mais para anti-herói. Mas vou deixá-lo falar por si mesmo:


No começo do livro, fiquei um pouco desanimada ao ver que Poppy estava apaixonada por outro homem. Não suporto mocinha que fica indecisa entre um ou outro, isso costuma me tirar do sério. Mas a coisa aqui foi diferente. Poppy e Harry têm uma boa interação, dá pra sentir que o casal é promissor. Mas Harry tem uma história de vida muito difícil, sofrida e sem amor, o que o transformou num homem implacável, que não conhece limites para alcançar seu objetivo. É cínico, manipulador e não se preocupa com as consequências de seus atos, desde que isso lhe garanta aquilo que ele quer. E ele vai jogar sujo pra conseguir ficar com Poppy, agindo pelas costas dela. Olha, fiquei com uma raiva dele pela sua cara de pau de agir como se o que ele fez não fosse nada demais. Dá vontade de bater, de xingar, de mandar pro raio que o parta e torcer pra Poppy dar um pé na bunda dele. Mas se tem alguém que sabe lidar com a situação, é essa mocinha. Ela soube exatamente o que fazer. E adorei todas as vezes que o Harry sofreu por ela. Foi bom pra ele aprender a ser mais humilde. E não demorou muito pra convivência com ela mudar aquele coração (que muitos juravam que ele não possuía — eu, inclusive). Aí, minha gente... a coisa mudou. Estava ficando cada vez mais difícil não se apaixonar por Harry e pelos seus esforços de conquistar Poppy:


Quanto mais se conhece Harry, mais se percebe que o que ele precisa é ser amado. E quando o amor toma conta dele... ah, fica maravilhoso. Nossa, eu me apaixonei por ele, de uma forma que não imaginei ser possível.

Destaque para a equipe que trabalha no hotel de Harry. O povo lá é show e todo mundo vai dar aquele empurrãozinho pra que seu patrão e Poppy encontrem seu felizes para sempre. Fiquei interessadíssima no Jake Valentine, braço direito e faz-tudo de Harry. Está aí um personagem que merecia ganhar seu próprio livro. O cara tem bagagem. Além disso, temos o Leo, se mostrando cada vez mais interessante. E aqui já tem aquele gancho para o livro dele, que é o próximo da série. Também descobrimos algo sobre a mocinha dele, Catherine, que eu não esperava. Eita que o livro deles promete!

Tentação Ao Pôr Do Sol foi um livro que me conquistou, de surpresa. Na verdade, me arrebatou. Não pensei que fosse gostar tanto assim dele, tamanha era a raiva que eu sentia do Harry. Mas, gente, a autora tem um talento inegável e foi de uma felicidade imensa ao trabalhar os personagens aqui. Se tornou um dos meus favoritos. Super-Hiper-Ultra-Mega-Power recomendado!


Os Hathaways:

1- Desejo À Meia-Noite (Mine Till Midnight) - Amelia Hathaway e Cam Rohan
2- Sedução Ao Amanhecer (Seduce Me At Sunrise) - Winnifred Hathaway e Kev Merripen
2.5- Casamento Hathaway (A Hathaway Wedding) - Winnifred Hathaway e Kev Merripen
3- Tentação Ao Pôr do Sol (Tempt Me At Twilight) - Poppy Hathaway e Harry Rutledge
4- Manhã De Núpcias (Married By Morning) - Catherine Marks e Leo Hathaway
5- Paixão Ao Entardecer (Love In The Afternoon- Beatrix Hathaway e Christopher Phelan


Capa Original:


*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

10 comentários :

  1. cada Hathaway é especial e a composição do enredo foi pensada especialmente para cada protagonista, portanto são histórias lindas e simplesmente perfeitas!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. E essa aí foi muito bem trabalhada. Nossa, tinha tudo pra eu odiar, mas no final foi impossível não amar!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha Suelen! Já li a série os Hathaways e amei! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Ah, essa série me rendeu algumas das melhores leituras do ano. Virei fã!

    ResponderExcluir
  5. Oi Su! Este é meu favorito, este , mocinho que não tem nada de bonzinho foi o que mais gostei, não sou chegada nos muito doces.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Ele é um mocinho que beira a vilania, né?! Esse é um dos meus favoritos também.

    ResponderExcluir
  7. Amo essa capa e adorei esse livro, a história me conquistou e lembro que quando terminei queria mais!!!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Exatamente o mesmo sentimento que eu tive. ♥

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Adorei a resenha.
    A série Os Hathaway parece ser uma série muito boa, só leio resenha boa sobre os livros.
    Gostei muito da sua resenha. Com certeza é um casal que promete.
    abrçs

    ✿Blog: Autora Marcia Pimentel✿ ✿Instagram✿ ✿Twitter✿

    ResponderExcluir
  10. Márcia, se tiver a chance, leia a série. Ela é incrível! Tenho certeza de que iria gostar.

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates