sábado, 1 de outubro de 2011

Julia Quinn - Agents For The Crown 02 - Como Se Casar Com Um Marquês

Título Original: How To Marry a Marquis
Protagonistas: James Sidwell e Elizabeth Hotchkiss

Clássicos Históricos 464

Série Agents For The Crown 02

Inglaterra, 1815
 
Ela estava tentando seguir as regras...

Quando Elizabeth Hotchkiss depara com um livro intitulado Como se Casar com um Marquês na biblioteca da casa de sua patroa, ela acha que aquilo só pode ser uma brincadeira de mau gosto. Com três irmãos mais novos para sustentar, Elizabeth sabe que terá de se casar por conveniência, e não por amor, mas quem mais poderia saber disso? Bem um manual de regras de sedução pode ser justamente o que ela está precisando... De qualquer forma, que mal pode haver em dar apanas uma folheada...?

...Mas ele tem as suas próprias!

James Sidwell, o marquês de Reverdale, foi requisitado por sua tia para tentar salvá-la de uma chantangem; uma incumbência que requer que ele se faça passar por um recém-contratado administrador da propriedade da condessa. As suspeitas e James logo recaem sobre Elizabeth, a dama de companhia da tia. Intrigado pela beleza da jovem e com o interesse dela naquele estranho livro, ele galantemente se oferece para ajudá-la a encontrar um marido... praticando seus estratagemas de sedução com ele. Mas quando ela começa a se aperfeiçoar demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth, finalmente, se case com seu marquês!


Elizabeth Hotchkiss e seus três irmãos há anos se acostumaram a ficar sozinhos no mundo. Órfãos, eles lutam contra a miséria e fazem de tudo para ficar juntos. Como a mais velha da família, cabe a Elizabeth o sustento da casa — sustento esse proveniente de seu emprego como dama de companhia de lady Dambury. Mas a situação financeira deles está ficando cada vez mais difícil e não lhe resta outra saída a não ser se casar com um homem rico o bastante para sustentar a ela e a seus três irmãos. Mas
Elizabeth não tem nenhuma experiência com — e nem conhecimento sobre — os homens. Não sabe nem ao menos flertar com eles. E quando encontrou na biblioteca de lady Dambury um livro chamado "Como Se Casar Com Um Marquês" não resistiu ao impulso de levá-lo para casa. Afinal, situações desesperadas pediam medidas desesperadas. Mas sua vida estava prestes a mudar, muito mais do que podia imaginar, ao se chocar — literalmente — com o novo administrador.
James Sidwell vivia uma vida dupla como um experiente espião, acostumado às missões mais difíceis. Devido a incidentes recentes, ele não poderia mais exercer sua profissão como antes. Parecia que estava fadado à ociosidade, frequentando bailes em Londres e sendo caçado por moças à procura de um casamento vantajoso. Portanto, foi com grande alívio que recebeu a carta de sua tia requisitando sua presença em sua casa em Surrey para ajudá-la a descobrir quem a estava chantageando. Lady Dambury queria que tudo fosse feito o mais discreto possível, portanto pediu a James que se passasse por seu novo administrador. Assim, ele deixou de ser James Sidwell, o rico Marquês de Riverdale, e se tornou James Siddons, o simples administrador de Dambury House, de poucos recursos. Logo suas suspeitas sobre o chantagista caíram sobre a dama de companhia de sua tia, a senhorita Elizabeth Hotchkiss. Ela com certeza estava escondendo algo. Mas quanto mais tempo passava com ela, mas se convencia de que a moça era inocente — em todos os sentidos da palavra. E ao saber de sua necessidade em arrumar um casamento, James se prontificou a ajudá-la a encontrar um marido ideal, além de ensiná-la a arte da sedução. Além de tudo, seria uma ótima oportunidade de ficar ainda mais próximo dela.
Não demora muito para que James se dê conta de que ele é o único homem perfeito para Elizabeth. Mas ele guarda segredos dela sobre sua verdadeira identidade e não pode revelá-los enquanto não capturar o chantagista de sua tia. E quando a verdade vier à tona, poderia o amor falar mais alto e conceder-lhes o futuro com que tanto sonham?

Sinceramente não sei como começar a expor minha opinião sobre esse livro. Eu explico: li primeiro no original e depois eu li a versão em português da Nova Cultural. E as diferenças são tantas que simplesmente não sei como começar. Então deixem-me falar em relação à história original:

Já disse antes que sou apaixonada pelos livros da Julia Quinn. Apesar de ter gostado muito mais do primeiro livro dessa série, "To Catch An Heiress", esse livro também é muito bom. Tem o já familiar toque de humor da autora, os encantos sedutores dos personagens e uma história que vale a pena ser lida. Dá pra rir um pouquinho (não tanto como no primeiro livro) e pra sentir o coração acelerar com as cenas mais românticas. Eu desejo, de verdade, que todos tenham a oportunidade de conhecer a história como ela foi escrita originalmente.

E eu dei aquela ênfase na última frase porque o que foi lançado aqui no Brasil foi apenas uma sombra do que poderia ter sido. Eu fiquei tão revoltada com o que a Nova Cultural fez com o livro que custei seriamente a terminar a leitura (sério, levei uns 6 meses pra terminar). Não tinha ânimo pra ler o livro, porque era pegá-lo e passar raiva. Uma completa e total falta de respeito com o trabalho da autora e conosco, leitores/consumidores, que estamos pagando por uma história e recebendo algo que eles têm a coragem de chamar de livro. Ok, talvez eu tenha pegado um pouco pesado com minha última declaração e peço desculpas. Mas o fato é que já seria ruim o suficiente ter a história resumida. Só que ALÉM disso, o livro teve cenas ALTERADAS. Certas passagens foram totalmente mudadas, e vocês precisam ver a bagunça que eles fizeram ("bagunça" não era bem a palavra que eu queria usar, mas não quero escandalizá-los). O livro original tem 22 capítulos + epílogo. A versão NC tem 10 capítulos + epílogo inventado. Sim, INVENTADO, porque aquele epílogo NÃO existe. NÃO é o epílogo escrito pela Julia Quinn, NÃO foi assim que o livro acabou e NÃO foi uma mudança pra melhor.

Mas pra mim, o pior de tudo foi o que fizeram no capítulo 7. Alerta de Spoiler nesse parágrafo: Em certo momento do livro, Elizabeth é atacada por um dos convidados de lady Dambury. No original ela foi atacada por Sir Bertram Fellport, que foi detestável desde o início com ela (ao contrário da versão NC, que colocaram o homem como um perfeito cavalheiro, à princípio). Na versão NC colocaram Bertram Fellport apenas como um bêbado que tentou beijá-la, mas ela deu um passa fora nela (ãh???). E sabem quem colocaram como o seu agressor??? O FOFO DO SR. WILLIAM DUNFORD. Putz, fiquei muito, mas muito, mas muuuuuuito p da vida com isso. Como assim pegaram o único cara que foi legal com ela naquela festa, se portou como um cavalheiro, a ponto de fazer o mocinho do livro sentir um ciúme tão grande que deu um jeito de fazê-lo sair da cidade?! Assim que li o original comecei a torcer por um livro só dele. William Dunford tinha fama de libertino, mas agia como um perfeito cavalheiro.... o achei um candidato perfeito a mocinho de Julia Quinn. E quando fui pesquisar, não é que TEM MESMO UM LIVRO DO WILLIAM DUNFORD?! Ele é o mocinho de "Minx", o terceiro livro da série Blydon. Aí me vem a NC e me faz essa...... desgraça! (novamente, não era a palavra que eu queria usar, mas enfim....). Sabe aquelas coisas odiosas que a NC colocou o William Dunford falando pra Elizabeth??? Pois é, na verdade quem disse TUDO aquilo foi o Bertram Fellport. William não foi nada mais que gentil e cavalheiro com ela. Não lhe faltou com respeito em nenhum momento. COMO É QUE PODEM FAZER UMA COISA DESSAS???? Ai, que ódio!!!! Daí não colocaram a cena do gato indo consolá-la, que era onde eles passavam a se entender, o que deixou sem sentido no final do livro quando o gato "do nada" pula no colo da Elizabeth. Aliás, o gato teve muito mais destaque no original, e era responsável por ótimas cenas cômicas. (Pronto, falei). E não vou neeeem começar a dizer que o MOTIVO pra ela estar naquela festa foi TOTALMENTE alterado. O original foi muito mais engraçado. E nos momentos finais de revelação??? Como assim excluíram a cena do escritório, absurdamente engraçada, com Elizabeth, Blake e Caroline, e James ameaçando jogar pela janela o primeiro que o interrompesse outra vez. Caramba, na versão da NC eles nem saíram do jardim. Era muito engraçado ver a Caroline dando razão à Elizabeth por estar zangada, Blake com medo de contrariar a esposa e James gritando: "janela, janela", lembrando-os da ameaça de jogá-los por ela se interrompesse sua explicação e desculpas à Elizabeth. Absurdo. Revoltante. E a reconciliação deles, meu Deus do céu, o que foi aquilo que fizeram?! Acham mesmo que foi só aquilo ali??? Nãããão, Elizabeth é cabeça dura. Um beijo não a faria mudar de ideia. Teve que ser uma declaração DAQUELAS. E foi JAMES que falou aquele "ele bate por ti", não ela. Querem ver como foi a declaração dele, na íntegra? Eu traduzi esse trechinho pra vocês:
Antes que Elizabeth tivesse chance de reagir, James estendeu o braço e tomou a mão dela na sua. "Você sente isso?" ele sussurrou, colocando-a contra o seu coração. "Ele bate por você."

"Você sente isso?" Ele repetiu, levantando a mão dela até os seus lábios. "Eles respiram por você."

"E os meus olhos — eles enxergam por você. Minhas pernas caminham por você. Minha voz fala por você, e meus braços...—''

"Pare", ela falou com a voz embargada, rendida. "Pare".

"Meus braços..." James disse, sua voz ficando rouca de emoção. "Eles desejam ansiosamente te abraçar."

Elizabeth deu um passo adiante — apenas um centímetro ou dois — e ele pode ver que ela estava perto, seu coração estava muito perto de admitir o inevitável.

"Eu te amo", ele sussurrou. "Eu te amo. Eu vejo seu rosto quando acordo pela manhã, e você é tudo com o que eu sonho à noite. Tudo o que sou, e tudo o que eu quero ser...—"

Ela correu para os seus braços, enterrando o rosto no cálido refúgio de seu peito. "Você nunca disse isso", ela disse, sua voz quase sufocada pelos soluços que estivera segurando há dias. "Você nunca disse isso antes."

"Eu não sei por quê", James disse em seu cabelo. "Eu queria, mas estava esperando o momento ser o certo, mas então ele nunca era o certo, e—''

Elizabeth colocou um dedo em sua boca. "Shhhh. Apenas me beije."
O momento é perfeito ou não é?!

E depois desse desabafo, encerro dizendo o seguinte: leiam o original, corram da versão NC. Prestigiem a autora, porque o livro é realmente muito bom. E pra você que só leu a versão NC e gostou do livro, imagine o que não acharia da história original. Só de pensar no que vocês perderam me deixa revoltada. Por vocês.


Tem uma resenha ótima desse livro, com mais algumas diferenças na tradução e inclusive tem a foto dos dois livros — original e nacional — onde dá pra se ver claramente a diferença na espessura dos livros. O blog é da Sweet-Lemmon, "Uma Conversa Sobre Livros":
http://umaconversasobrelivros.blogspot.com/2011/09/como-se-casar-com-um-marques-de-julia.html
Passem por lá e confiram o tamanho do estrago que fizeram no livro.... E aproveitem pra conhecer mais esse blog que é TDB! 



Série Agents For The Crown
 

1- To Catch an Heiress - Blake Ravenscroft e Caroline Trent 
2- Como Se Casar Com Um Marquês (How To Marry A Marquis) - James Sidwell e Elizabeth Hotchkiss

Capa original:

*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

15 comentários :

  1. Eu tenho o livro mutilado/alterado pela NC e estou torcendo que alguma alma caridosa traduza.


    Beijos
    Luciana
    Não deixe de visitar o Blog - Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu, tem versão desse livro traduzida por fãs. :d

    ResponderExcluir
  3. QUERO LER O LIVRO AGORA!!!!!!!vc não tem um ebook aí? me passa um site que tenha!!!!! Adorei o desabafo, vc acredita que ri horrores? :l
    Bjos Fabi!!

    ResponderExcluir
  4. OMG!!!! Revoltante é o mínimo que podemos dizer, para não usar termos de baixo calão!!!!
    Gente, que falta de respeito!! Mutilar os livros dessa forma!!!
    ai que declaração linda! Meu coração chega disparou!!!

    A NC... vou te falar, viu.....

    ResponderExcluir
  5. Pois é, e olha que esperei uns dias pra escrever a resenha, pra ver se acalmava. Muita revolta!
    Qnto ao livro, tem ele na net. Eu li no original em inglês, mas sei que tem em pt tb. É só fuçar que deve encontrar :q

    ResponderExcluir
  6. Alexis, amiga..... Nem me fala! Ainda não acredito que retiraram do livro essa declaração de amor liiiiinda d+ :l
    Fiquei passada.... Foi lá no facebook da Julia Quinn e tudo. É que assim que o livro foi lançado aqui eu comentei lá que ele tinha menos caps que o original, e portanto devia estar mutilado. Daí ela pediu pra eu ler e assim que terminasse voltar lá pra falar com ela o que eu achei.... quais eram as diferenças...
    Claro que não falei tudo, pq senão não sairia de lá tão cedo, rs... Mas do William eu tive que falar. Vamos ver a resposta dela depois, né?! (ela está viajando, por uma semana...
    )

    ResponderExcluir
  7. Felizmente eu li a versão traduzida pelas fãs, porque sinceramente, é um crime mutilar um livro da Julia Quinn.Ela minha escritora favorita de romances histórico, adoro a mistura de romantismo e humor que ela consegue criar.Ah, eu também li o livro do Dunford e é ótimo.

    ResponderExcluir
  8. Pois é, é revoltante esses cortes/alterações. A boa notícia é que a JQ falou que tem uma nova editora em Portugal e espera ter uma nova editora aqui no Brasil tb!!!

    ResponderExcluir
  9. É realmente um crime isso que fizeram com o livro! Não me conformei que , além do cortes, MUDARAM a estória! Como você fiquei tão P... da vida!

    Muito obrigado pela menção, dear! <3

    Bjos!
    Thaís
    @sweet_lemmon

    ResponderExcluir
  10. Nossa, nem me fala..... Já fui lendo na revolta pelos cortes e "pequenas mudanças"... até chegar ao cap 7 e ver aquela bagunça com o fofo do William.... Foi AÍ que eu parei de ler o livro, e custei pra retomar a leitura.....

    ResponderExcluir
  11. Detesto quando isso acontece. Por isso prefiro pegar a versão original e depois traduzir ou pegar o livro traduzido pelos fãs. É uma total falta de noção deles pos alem de multilarem o livro cação e excluem as versão traduzidas pelos fãs na net. É Revoltante!

    ResponderExcluir
  12. Verdade purinha. Assim como é verdade que passamos a conhecer e gostar desses livros graças a traduções de fãs. Foi assim que me apaixonei pelos Adagas, por exemplo. Agora comprei todos os livros. Mas se eu não tivesse conhecido pela tradução dos fãs, eu nunca que compraria os livros, pq sobrenatural nunca foi muito meu estilo não. Graças a Deus pelos fãs de bom coração que traduzem os livros não publicados aqui :p

    ResponderExcluir
  13. gente, ja procuro esse livro a MAIS DE UM MÊS e não consigo achar o ebook. eu IMPLORO a alguem que me mande, se tiver. o email é: iwannaknowtheworld@hotmail.com . obrigada desde ja :D

    ResponderExcluir
  14. AH! Eu não sabia disso!!! E eu li esse livro faz tempinho...
    Amo Julia Quinn, sempre abaixei os livros origianl em e-book mesmo, pois nunca eram lançados por aqui, pois sou apaixonada pelo estilo da autora... Mas esse eu li na versão da NC... E puxa! "Que M**d* eles fizeram!?" Ai, me dá até vontade de chorar... Pois esse trecho que vc citou acima é tão lindo! E é esse lado da Quinn que mais gosto: ela escreve histórias tão românticas, profundamente românticas, que me tiram o folego!!! E as histórias são tão engraçadas e bem-humoradas... Ah! Eu adoro!
    Agora, a NC fazer esse tipo de "caca" é decepcionante!

    Muito bom seu post!!! Vou ler o original agora... rs.

    Bjuss

    ResponderExcluir
  15. Pois é, eu fiquei na revolta com essa versão da NC.
    Leia o original sim, tenho certeza que vai gostar!!!! :q

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates