quarta-feira, 29 de junho de 2011

Nina Beaumont - Feitiço do Tempo

Título Original: Twice Upon Time
Protagonistas: Alessio Cornaro e Bianca Merisi
Harlequin Special 05

Maratona de Banca 2011 - Resenha de Junho
Tema: Sobrenatural



Influenciada pelos estranhos sonhos com o casal italiano Bianca e Alessio, Sarah vai para Florença e descobre que ambos realmente viveram, se amaram… e foram vítimas de um terrível destino. Embora prometida em casamento para Ugo, um homem que jamais amara, Bianca não era capaz de controlar sua atração por Alessio. E o que começou como um flerte ingênuo terminou como uma fogueira de amor, desejo e sedução.

Ao entrar em uma loja de antiguidades, Sarah é transportada no tempo para o belo corpo de Bianca. Mas somente ela sabe do destino cruel que essa mulher do passado e seu amante terão caso não consiga impedir os planos de Ugo, e assim conceder-lhes uma segunda chance de serem felizes.


Há muito tempo Sara Longford é atormentada por sonhos de um casal apaixonado: Bianca Merisi e Alessio Cornaro. Sempre o mesmo sonho, sempre a mesma paixão. Mas em seus sonhos, o casal tem um fim trágico: assassinados em seu leito de amor. Sem poder mais resistir, Sarah partiu para Florença em busca de respostas. Será que esse casal realmente existira ou era apenas fruto de sua imaginação? Logo ela descobriu que tudo sobre Alessio e Bianca era a mais pura verdade — incluindo seu trágico final. E antes que pudesse se dar conta, fora sobrenaturalmente transportada para o cenário em seus sonhos. E de alguma forma, sua vida se mesclara à de Bianca. Agora, com o conhecimento sobre a iminente tragédia, Sarah terá uma chance para impedir que Alessio e Bianca sejam mortos... e poderem, enfim, viver felizes para sempre.

Bianca Merisi estava prometida em casamento à Ugo Cornaro, um homem deformado no corpo e na alma. Mas seu coração batia mesmo era pelo irmão mais novo de Ugo, Alessio Cornaro. Porém, ela sempre fora ambiciosa e sabia que e única forma de alcançar o poder e a riqueza que tanto desejava era se casando com um homem rico e poderoso. Podia até desejar Alessio, mas queria o objeto de sua ambição muito mais. Então, como de uma hora pra outra, Alessio passara a ser a única coisa que importava em sua vida? Estaria ela enfeitiçada?

Desde que a vira pela primeira vez, Alessio Cornaro sabia que Bianca lhe pertencia. Mas estava dividido entre sua paixão e sua lealdade ao irmão. Porém, após um certo dia na praia, as coisas mudaram. O que era simples desejo se tornara algo muito profundo e agora ele não poderia deixar que a mulher de sua vida se casasse com outro homem — principalmente após as visões que tanto ele quanto ela passaram a ter, onde a morte nas mãos de Ugo seria o fim deles.

Em meio a intrigas, ambição, guerras e conspirações, poderia o final dessa história ser reescrito — e Alessio e Bianca finalmente encontrarem o amor nos braços um do outro?


Primeiro de tudo: achei que não conseguiria terminar a leitura para a maratona esse mês antes do fim do prazo. Foram tantas coisas acontecendo que parecia nunca haver tempo para continuar a leitura. Agora some a isso uma história que a princípio não me cativou nem um pouco. Está aí a fórmula para um abandono de leitura. Mas como abandonar um livro — e não cumprir prazos — é algo que não é de meu feitio, criei coragem e fui em frente.

Olha, esse livro me fez viajar entre os extremos. Quando comecei a lê-lo, pensava que seria como o livro "As Duas Vidas de Adrienne" da mesma autora, por conta de alguns comentários que havia lido. Mas não foi. Na verdade, o livro é completamente diferente. Em "As Duas Vidas de Adrienne" Adrienne viaja no tempo e fica no corpo de sua antepassada, Isabella. Mas a única coisa de "Isabella" da história era o corpo, pois quem participou ativamente de tudo foi Adrienne. Já em "Feitiço do Tempo", Sarah é transportada ao passado, fica cara a cara com Bianca, mas não toma o lugar dela. Bianca continua lá. A única coisa de "Sarah" é o conhecimento do futuro, que chega tanto à Bianca quanto a Alessio em forma de visões. Às veeeezes Bianca vê Sarah (em sonho ou visão), mas não sabe nada sobre ela — muito menos se ela é real. Ok, Bianca absorveu um pouco da personalidade de Sarah, ficando mais amorosa e menos ambiciosa, mas ainda era "a Bianca".

Talvez por eu ter esperado que Sarah (com toda sua bondade) fosse a mocinha do livro, fiquei surpresa (e, confesso, decepcionada à princípio) ao descobrir que Bianca continuaria sendo a protagonista. Minha irmã está de prova de quantas vezes eu ameacei jogar o livro pela janela, ou de quantas vezes eu disse "Não acredito que Bianca será a mocinha. Não gosto de periguete, ai que ódio. Vontade de dar uma surra nessa mulher". Bianca e eu fomos um caso de ódio a primeira vista. Bianca era mesquinha, ambiciosa, namorara metade de Florença (apesar de — pasmem — ainda ser virgem) só pra conseguir um casamento com um homem rico. E não tinha o menor problema em usar sua beleza pra barganhar o que queria. Traduzindo: periguete. Ela ainda tinha seus arrombos de mal educação, e sinceramente achei a desculpa dela de que fazia tudo isso, de que queria poder e riqueza pra ajudar os necessitados, muito falsa. Não combinava com ela de jeeeito nenhum. Assim sendo, passei metade do livro odiando-a e pensando: "Deus me ajude a terminar de ler esse troço!". Pra mim, Alessio gostava dela de graça. Não havia nada nela para se amar, a não ser o corpo e o belo rosto. Eu a achava fútil e vazia. Por mais de uma vez Bianca afirmara que gostava de Alessio, mas gostava do dinheiro e poder muito mais. Que mocinha é essa, gente??? Pra terem ideia, tem uma vilãzinha no livro que eu juro que ficava torcendo pra ela ferrar com a vida de Bianca e depois roubar o Alessio dela, rs...

Depois que ela meio que se fundiu com Sarah, as coisas começaram a mudar. Mas ela ainda relutou — e muito — a aceitar que Alessio era o mais importante. E quando chegou na metade do livro (metade mesmo, gente)... Ca-ram-baaaa!!!! A história deu uma volta, uma reviravolta, um tchan e Bianca se tornou o tipo de mocinha que todo leitor gostaria que ela fosse. Gente, que transformação. A partir daí já fui me interessando pela leitura, e não conseguia mais largar o livro. Que mulher corajosa, decidida e apaixonada ela se tornou. É sério, o livro se tornou outra leitura. Alessio também não era muuuito inocente não, mas o amor amadureceu e transformou a ambos. E que história linda se tornou. Mesmo quando tudo parecia dar certo, eles ainda tinham que combater a desconfiança que principalmente ele tinha da velha Bianca. E ela sempre firme, confiante na nova pessoa que se tornara. Sem palavras, meus caros amigos.

Apesar de achar algumas partes bem corridas, uma hora estavam aqui, na outra estavam ali, esse livro me surpreendeu. E eu, que já tinha imaginado mil e uma formas de expressar meu desagrado, pensando em alertar as pessoas a passarem beeeem longe dele, fui pega na contramão e agora estou aqui dizendo: não deixem de ler essa história. Se você conseguir sobreviver a primeira metade do livro, garanto que valerá muito a pena. Ainda bem que não desisti do livro, senão perderia uma história incrível. Não vou dizer que é o melhor livro que já li. Mas o encanto dele pra mim foi que não esperava mais nada dele, e de repente fui presenteada com uma história maravilhosa.

Se você gosta de históricos e de um bom suspense, fica aí a dica. Como eu disse, sobreviva a primeira parte e se surpreenda com a forma em que o amor (e uma ajudinha sobrenatural) transformou a vida de duas pessoas!

Capa Original:



11 comentários :

  1. Suelem amei sua resenha.
    tenho esse livro aqui, mas ainda não li. Li As Duas vidas de ADrienne e também pensei que esse livro seria parecido com o da Adrienne. ^^

    vou pegar ele para ler rapidamente, achei o enredo interessante demais, kk.

    adorei essa parte: "tem uma vilãzinha no livro que eu juro que ficava torcendo pra ela ferrar com a vida de Bianca e depois roubar o Alessio dela, rs..." kkk

    beijos.

    ResponderExcluir
  2. Também li "As duas vidas de Adrienne" e fiquei louca pra conseguir "Feitiço do tempo", que alias troquei com a Mariza da comu AR. Pois bem, parei na Primeira parte quatro vezes, e não saía dos primeiros capítulos de jeito nenhum, quase fiquei louca de raiva. Por fim, quando não tinha mais nada pra ler acabei terminando a leitura. Até hoje não sei se gosto dele ou não, rsrrsrsrsrsr.

    ResponderExcluir
  3. O meu livro desse mês tbém foi um fiasco, não gostei de jeito nenhum dessa mocinha então Prefiro passar bem longe :c

    Obrigada por participar do Maratona de Banca!

    Beijos
    Blog Apaixoanda por romances
    Se tiver tempo, faça uma visita registrando sua presença \(^_^)/

    ResponderExcluir
  4. Lu

    Que bom que gostou, hehe. Pois é, menina. Antes de eu saber que a vilã ERA uma vilã, já estava torcendo pra ela ensinar umas lições a mocinha, :o. A coisa foi tensa no início, mas depois fluiu!!!

    ResponderExcluir
  5. Fabiana

    Menina, nem me fala. Eu já estava arrancando os cabelos de nervoso. Como a Bianca me irritava :l. Já estava começando a me lembrar do pq de eu não gostar de históricos. Mas depois... o livro conseguiu me conquistar, hehe.

    ResponderExcluir
  6. Lu (Apaixonada por Romances)

    Olha Bianca irrita MESMO. Super periguete na primeira metade do livro. Esse livro não é bom pegar pra ler num dia que vc está sem paciência não. E eu peguei pra ler na minha época mais estressada: provas finais e meu PC (com todas as matérias da facul nele) quebrado. Eu já estava nervosa por qq coisinha. Aí me aparece a Bianca, e foi a gota d'água :i. Mas depois a criatura melhorou e muito. Não tinha nada que ela não fizesse para salvar a vida de Alessio, mesmo qndo ele desconfiava dele e ela ficava magoada. Ela pensava: "cuido da minha mágoa depois, primeiro tenho que salvá-lo" :p. Foi assim que ela foi me conquistando, hehe. Juro por Deus que se ela não mudasse, eu queimava o livro de tanto ódio. Já estava até pensando em qual livro eu iria trocar por ele no sebo. Agora resolvi guardá-lo pra mim!!!

    ResponderExcluir
  7. Uma coisa que esqueci de dizer:

    Só achei que o livro ficou gritando, implorando por um epílogo :j

    ResponderExcluir
  8. Não me interessei muito pelo livro. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Eu tb não tinha, a princípio. Mas depois não foi que gostei??? Não chega a ser um dos meus favoritos não, mas até que foi uma leitura muito agradável, hehe :d

    ResponderExcluir
  10. :e desisti de ler, juro...pq eu simplesmente detesto livros que no inicio não m cativam... e As duas vidas de Adrienne é um livro perfeito... n quero me desencantar com a autora. :u

    ResponderExcluir
  11. Priscila, o início é bem sofrível mesmo. Juro que pensei que não tinha como a história melhorar. Mais depois ela dá uma virada tão grande, que me surpreendeu. Se um dia vc criar coragem, leia até o fim. Acho que corre o risco de gostar, hehe!

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates