quinta-feira, 11 de março de 2010

Diana Palmer - Poder e Sedução

Título Original: Lady Love
Protagonistas: Conrad Thorpe e Mary Forrest Steele
Bianca 269

Assim que a boca de Corand envolve os lábios úmidos e sensuais de Mary, o fogo da paixão se incendeia dentro dela.
Deseja desesperadamente esse homem e prefere esquecer, por um momento,que ele esta interssado apenas na sua imensa fortuna.

Se uma noite de amor e prazer é tudo o que pode ter ao lado de Corand, então irá torná-lo maravilhoso, inesquecível...



Como o resumo do livro é beeeem vago, aqui vai a história:

Mary Forrest Steele (originalmente Merlyn Forrest Steele) é uma garota de 26 rica. Muito rica. Seu pai acha que ela já está na idade de casar e ter filhos, portanto vive dando uma de cupido. Sua última tentativa foi Adam, que ficou noivo de Mary, mas só de olho na grana da moça. Quando o livro começa, ela e Adam já terminaram o noivado (ela descobriu qual era o real "interesse" dele), e pede pro pai parar de bancar o cupido, porque os homens só se interessam pelo dinheiro dela. Aí seu pai, Jared, a desafia a se virar por um mês sem o dinheiro dele. Ela tem que arranjar um emprego, um lugar pra morar e se sustentar por um mês por ela mesma. Se conseguir, ele para de bancar o cupido. Mary, que é suuuper espirituosa, engraçada, de personalidade, topa na hora. E como pai é pai, ele ainda dá uma mãozinha: através de uns contatos, consegue um emprego da filha como pesquisadora de um escritora de romances históricos (Mary é formada em
e apaixonada por história). A tal simpática senhora escritora é mãe do mocinho, Conrad Thorpe (originalmente Cameron Thorpe), e Mary se muda pra casa dela usando apenas o nome de Mary Forrest (os "Steele" são muito conhecidos por sua fortuna).

Conrad Thorpe é um viciado em trabalho, viúvo, com uma namorada ninfeta (20 aninhos, gente) e de quebra ainda carrega a mala-sem-alça-e-sem-rodinha-com-o-fecho-estragado da mãe esnobe dela. Ele tem uma filhinha, que é uma graça, mas muito carente, porque ele não passa muito tempo com ela. Pra ter ideia, ele não mora com a mãe, mas a filha dele sim. Ele só vai pra lá nos fins de semana...
Conrad é sério, o cara não tem senso de humor e não sabe dar um sorriso. Muito autoritário, está acostumado a receber ordens. Isso, claro, até ele colidir (literalmente, rs...) com Mary numa noite de tempestade, de madrugada, no corredor da casa da mãe dele. É ódio a primeira vista, kkkk ela o provoca desde então.

Daí em diante o livro é uma maravilha. Os dois juntos são explosivos. Mary não se deixa intimidar por ele, nem pelas megeras mãe-e-filha que ele traz na bagagem. Ela ainda conta com o apoio da mãe e da filha dele, que a amaram desde o 1º momento. Nossa, mas Mary tira Conrad do sério. Mocinha bobinha??? Ela não conhece essas palavras, mete o dedo na cara dele e diz poucas e boas qndo ele merece (e até quando não merece também, rs...). Como coadjuvante ainda tem um amigo bonitão dela que só entra em cena pra enlouquecer Conrad de ciúmes (acredite: é sempre óóótimo os ataques de ciúme dele).

Mas Mary descobre que Conrad está com alguns problemas financeiros e portanto acha ele que está noivo da outra por causa da por causa da herança dela (será???). O que ele fará quando descobrir que Mary é 10 vezes mais rica do que a outra??? Será que ele descobre ANTES ou DEPOIS dela se apaixonar e se entregar? Será que ele vai abandoná-la por orgulho ou querê-la apenas por seu dinheiro? Será que eles poderão superar as dúvidas e desconfianças e serem felizes??? Será??? Será???? 
Leiam pra saber, não vão se arrepender!!!! (eita que rimou, rs...)

Suuuuuper Recomendo. Foi bem diferente (em se tratando de Diana Palmer) esse livro. A versão nacional tem alguns cortes, os nomes dos protagonistas foram alterados, o que é uma pena porque lá explica bem que Merlyn tem esse nome por causa do Merlin, da lenda do Rei Arthur. Sem falar nas incontáveis referências à Jane Eyre que tem no livro, já que a mocinha é apaixonada pela história e faz uso dela para provocar Conrad. Mas mesmo assim eu me amarrei, virei a noite lendo. Assino embaixo, hehe!!!



Capa Original:


*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

8 comentários :

  1. Bem Suelen, assim como vc, eu tbm sou suspeita para falar dos livros da Diana!
    Pois pra mim todos, sem exessão é ótimoooooo!
    Mas PODER E SEDUÇÃO, é ótimoooooooooo.
    Super engraçado, ri tanto que chorei quando leio esse livro!
    Mas é Diana Palmer, tem de falar algo mais!???????

    ResponderExcluir
  2. Hehehe, Diana Palmer disensa comentários!!!! Adooooro os livros dela!!! :D

    ResponderExcluir
  3. Esse é bem engraçado...foge do estilo DP...rs

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse livro,eu ri muitooooooooooooooooooo com Mary pirraçando Conrad...é fabuloso,divertido,intenso..recomendo como todos os livros de DP

    ResponderExcluir
  5. "mala-sem-alça-e-sem-rodinha-com-o-fecho-estragado da mãe esnobe dela"...kkkkk...adorei
    Esse livro é muito bom,a mocinha dessa vez põe o mocinho metido no bolso...

    ResponderExcluir
  6. Esse livro realmente foge ao estilo titia Palmeirão. A mocinha é bem pra frente, hehe!

    ResponderExcluir
  7. Não tinha ouvido falta desse livro, mas pela resenha eu ameiii!! Livro da Diana e com mocinha sem papas na língua, é comigo mesma! Valeu pela indicação. Bjos!

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates