quinta-feira, 12 de março de 2015

Diana Palmer - Um Verão Para Amar

Título Original: Mystery Man
Protagonistas: Canton Rourke e Janine Curtis
Julia 46


Destino: México
Atrações: praias deslumbrantes, relíquias arqueológicas e... um homem difícil de esquecer!

Canton Rourke viera a Cancun com a filha a fim de relaxar, não para livrar a nova vizinha da confusão em que se metera... ainda que ela fosse muito atraente! Janine sabia que a opinião de Canton sobre ela não era muito boa... E estava determinada a fazê-lo mudar de opinião... enquanto tentava ignorar o modo como seu coração disparava toda vez que ele a livrava de uma encrenca. Estaria se apaixonando por ele? O homem era um mistério... e Janine tinha certeza de que era encrenca na certa. Mas será que não valeria a pena arriscar?



Antes de mais nada, alguns fatos:
  • No capítulo 10 é falado sobre alguns ex-mercenários, além de Diego Laremos, que é o único que de fato aparece e tem seu nome devidamente citado (tanto na versão nacional, quanto na versão original). Mas podemos identificá-los assim:
  • O que agora é juiz em Chicago é o J.D. Brettman, de Lobo Solitário (Série Soldados da Fortuna 01);
  • Também cita um que tem uma escola de segurança em Chicago. Se trata de Apollo, que tem sua história com Joyce contada, como secundária, em Desejo Proibido (Série Soldados da Fortuna 03);
  • Também falam de "um velho companheiro morando no Texas, casado e proprietário de um rancho". Se trata de First Shirt, que casou com a mãe de Gabby (mocinha de Lobo Solitário - Soldados da Fortuna 01). Ele, infelizmente, não tem livro próprio. Acompanhamos sua história nos livros 1, 2 e 3 da série Soldados da Fortuna;
  • Na versão nacional, ao falarem de First Shirt (que eu acabei de citar aí em cima), está escrito assim: "Há também um velho companheiro morando no Texas — disse ele. — E casado e proprietário de um rancho. Cansou da vida na cidade e transferiu-se para lá com a esposa e os filhos". Mas na versão original, diz que há um velho companheiro morando no Texas, casado e proprietário de um rancho E QUE TAMBÉM HÁ UM OUTRO QUE VIVE EM MONTANA que cansou da vida na cidade e transferiu-se para lá com a esposa e os filhos. A Nova Cultural juntou as duas frases, sobre duas pessoas diferentes, como se fossem uma só. O fato é que esse ex-mercenário de Montana é ninguém mais, ninguém menos que Dutch (Ou "Holandês"), ou seja, Eric James van Meer, de Uma Estranha Ao Meu Lado (Série Soldados da Fortuna 02). Mas só dá pra perceber essa referência lendo no original, já que, como eu disse, a Nova Cultural fez o que fez com esse trecho do livro.
Outros personagens de Diana Palmer que aparecem aqui:
     Melissa e Diego Laremos: Desejo Proibido (Série Soldados da Fortuna 03);
     Rodrigo Ramirez: Coragem (Série Homens do Texas 38).


Janine Curtis era uma famosa escritora de mistério, escrevendo sob o pseudônimo de "Diane Woody". Ela estava numa casa de praia em Cancún, no México, tomando conta de seu irmão mais novo enquanto seus pais estavam numa expedição arqueológica. Ela queria aproveitar a tranquilidade para terminar seu mais novo livro, mas tranquilidade era a última coisa que teria tendo Canton Rourke e sua filha, da mesma idade de seu irmão, como vizinhos. Foi só dar uma olhada em Janine pra Canton julgá-la uma mãe solteira sem muitos escrúpulos, sem saber que, na verdade, ela era a autora de seus livros favoritos. Então Janine resolveu fazer o possível para que a imagem que ele tinha dela fosse a pior possível. Afinal, quem era ele para julgá-la, sem conhecê-la? Mas por trás de todo o antagonismo, havia uma inegável atração. Contudo, Canton não estava pronto para nenhum tipo de relacionamento. Acabara de se divorciar, após sua mulher tê-lo abandonado ao perder sua fortuna. Mas Janine sabia que o "Sr. Software" estava lutando para reerguer sua empresa e não havia dúvidas de que recuperaria sua fortuna em pouco tempo. E quando isso acontecesse, ela seria a última mulher com quem ele iria querer ficar. Pra completar, bandidos estavam à espreita. Estariam eles atrás de Canton e sua filha? Estariam atrás das descobertas arqueológicas dos pais de Janine? Ou ambos? Para que pudessem escapar do perigo, Canton e Janine precisariam unir forças. E quando a poeira baixasse, haveria alguma esperança de futuro juntos para eles?

Eu havia lido esse livro há muito tempo. Foi logo quando comecei a ler Diana Palmer, então mal conhecia os outros personagens dela e, naquela época, seria impossível fazer as conexões que agora faço com a maior naturalidade. Gosto muito desse livro. É uma história bem leve, com a participação de duas crianças adoráveis: Kurtis, o irmão de Janine, e Carly, a filha de Canton. Aliás, no original, o nome da filha de Canton é Karie e não Carly. É a Nova Cultural alterando as histórias, como sempre. Mas falo sobre isso daqui a pouco.

Como eu dizia, essa é uma história adorável. As crianças têm uma mente bem ativa, eles são os "parceiros de crime" perfeitos. Janine não é aquela mocinha bobona não. A mulher luta artes marciais, já trabalhou como detetive particular a ainda tem a sua licença para porte de arma em dia. Canton é um milionário falido, mas que está se reerguendo e, apesar de obviamente estar apaixonado por Janine, não quer nem pensar em outro casamento. E por ele ser parecido com o ator que interpreta o personagem favorito de Janine numa série de ficção, Canton não tem certeza se ela gosta dele por quem ele é, ou se por quem ele aparenta ser. Aí já viu, né?! O caminho até o "felizes para sempre" será árduo.

Já falei antes por aqui que tomei a decisão de que, toda vez que fosse reler um livro da Diana Palmer, eu iria reler em inglês. Assim, poderia comparar as duas versões e descobrir se algo ficou de fora. Foi o que fiz com esse livro. E, claro, descobri que há pequenos cortes em alguns parágrafos e acréscimos em outros. Mas, sendo justa e sincera, não é algo que atrapalhe a leitura, nem que altere a essência da história não. É só que, se você é como eu e ama detalhes do tipo quando Janine segura a filhinha de Laremos no colo, sorri e pergunta pra Canton se eles poderiam ter um montão desses e ele responde com um apaixonado "tantos quanto você quiser" (sim, esse trecho foi cortado na versão nacional), então você ficará, nem que seja um pouquinho, incomodada por ser privada de momentos fofos assim. Além da junção das frases que resultou na perda da referência ao mocinho de Uma Estranha Ao Meu Lado (que falei no quadro acima da resenha) e na alteração do nome da filha de Canton, o final também tem umas alterações, bem pequenas: há um acréscimo 2 parágrafos correspondentes as falas finais das crianças (essas falas não existem no original) e retiraram os 2 últimos parágrafos do livro, que eram bem fofinhos, na verdade. Mas como eu disse, nada que afetasse a essência da história não.

Só não digo que esse livro foi perfeito por causa do pequeno drama que a titia Palmeirão criou no final e na pronta aceitação da mocinha (sério? Não fez nem um charminho, não dificultou nem um pouquinho, não exigiu explicações sobre a foto no jornal, nada?). Mas nada que estrague a história não. Sem contar que esse é o primeiro livro da titia Palmeirão que o Rodrigo Ramires (Coragem - HT 38) aparece, antes de se revelar o ogrão que amamos odiar. Super misterioso e roubando a cena no grand finaleClaro que eu recomendo também!


Capas Originais:


*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

19 comentários :

  1. Oi Suelem, mulher eu acho que já li esse livro mais não lembro mesmo. Foram tantos que me perco. Sei que meus favoritos da DP são Era uma vez em Paris e Manhã de Outono, amo esses. E sabe, fico me perguntando como é que vc consegue fazer essas ligações dos livros dela.

    PS. Rodrigo de Coragem é um mocinho que maltrata uma mocinha chamada Amelia?

    http://ventoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nathalia, conforme vou lendo um livro da DP, vou anotando os nomes dos personagens que vão aparecendo. Quanto às referências, tenho tudo "anotado" no meu pendrive, hehe. Aí é só conferir na hora de fazer a resenha. Já o Rodrigo não é o mocinho de Amelia não. Esse aí é o King (e o livro se chama "Amelia"). Rodrigo Ramirez é o mocinho de "Coragem" e a mocinha se chama Glory. :d

    ResponderExcluir
  3. Oie! Nossa eu amo esses livros de banca! Dei um tempo neles por hora, mas em breve já pego eles de volta. kkkk
    Bjs, se puder comentar nessa resenha ajudaria muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/03/need-for-speed-most-wanted.html

    ResponderExcluir
  4. Menina, eu até tentei dar um tempo nos romances de banca, pq tenho muitos livros de livraria aqui que ainda não li, mas não consigo, rsrs.... :o

    ResponderExcluir
  5. oi flor, este é bem das antigas!
    eu gosto muito quando você posta essas resenhas, dá pra perceber que a Diana criou um grande enredo e em cada história fez uma aposta interessante para prender seu leitor! o Texas e o mundo nunca foram tão interessantes
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Pois é, a titia Palmeirão tem um jeitinho único de escrever! Não preciso nem dizer que eu amo tudo o que ela faz, né?! :j

    ResponderExcluir
  7. Esse livro não é muito meu estilo, mas achei bem interessante isso de a autora fazer referência a outras obras dela.
    Estranho a editora cortar alguns trechos da obra =/

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de março. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  8. Oi Suelen,
    Esse não me chamou atenção... desde a capa até o resumo, e nem mesmo o fato de você falar das crianças... A Nova Cultural é mestre nisso, né? Sorte que não causou estrago. =)

    ResponderExcluir
  9. Pois é, gente..... esses cortes são típicos da Nova Cultural, infelizmente..... Uma pena, porque muitas vezes eles alteraram a essência da história. Aí nós, desavisados, ficamos achando que a história não é tão boa, enquanto que a pobre da autora nem faz ideia do que fizeram com a obra delas....

    ResponderExcluir
  10. Oi Suelen, tudo bem?
    Faz tempo que não leio nada da DP, mas a trama desse livro parece interessante. Uma pena que a edição nacional ser cortada, mas mesmo vou tentar lê-la, no futuro.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Esse livro é bem fofinho. mesmo com os cortes que a versão nacional tem, pode ler sem susto, que vale a pena! :s

    ResponderExcluir
  12. Oi Suelen!
    Adoro histórias com crianças :t
    O cenário desse livro me pareceu bem diferente dos outros da Diana, não é?
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  13. Verdade, Elis, é bem diferente mesmo..... nem se passa nos EUA, pra começar..... hehe!!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Suelen,
    Acredita que não li nenhum livro da Diana ainda? Pois é....rsrs...achei esse interessante e fiquei abobada com seu conhecimento sobre todas essas séries e conseguir relacionar uma com a outra. Adorei a resenha.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Geralmente as conexões me vêm naturalmente, mas confesso que nesse livro aí a coisa deu um pouco mais de trabalho.... tive que fazer uma pesquisa nos meus arquivos aqui, hehe! :j

    ResponderExcluir
  16. Nossa que resenha linda... super adorei! Parabéns deu até vontade de ler titia Palmeirão...
    sabes que nunca li!
    Mil beijos

    http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Obrigada! :h Esse é um bom livro pra começar, hehe! :j

    ResponderExcluir
  18. Quando li sobre o mercenario que tinha mudado pra Montana pensei que fosse o Cy. Lembrava q ele teve familia antes de ir pro Texas e tal, mas nao lembrava de onde era! E tbm nao tinha lembrado do Dutch indo pra la rsrs

    ResponderExcluir
  19. O Eb Scoot, Cy Parks e Micah Steele são de uma geração depois do trio original (JD Brettman, Dutch e Laremos). Esses aí só se tornaram homens de família beeeem depois, hehe. :d

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates