sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Diana Palmer - Nora

Título Traduzido: Nora
Protagonistas: 
Callaway Barton Culhane e Nora Marlowe

Irmãos Culhane 02

Quando a rica e inocente Nora Marlowe veio visitar o Oeste Selvagem, ela estava tão aberta à aventura quanto o vasto horizonte do Texas. O rude individualismo — e valentes cowboys — do Texas combinavam com o espírito romântico dela. Isto é, até que o cowboy errado decidiu acabar com a arrogância da elegante herdeira!

Cal Barton não gostava de senhoritas do leste arrogantes. E ele certamente não apreciava uma invadindo o rancho onde trabalhava. Mas algo em Nora era irresistível. A atração entre eles apenas ficava mais forte à medida que ela ia ficando por mais tempo — até que um simples beijo tornou-se uma sedução completa, que ameaçava destruir tudo o que ela amava


Outros personagens de Diana Palmer que aparecem ou são citados aqui:
     Amelia e King Culhane: Amelia (Irmãos Culhane 01);
     Mr. Dunn: Noelle;
     Além de Maria e Quinn Howard (história secundária em Amelia).


Nora Marlowe tinha uma natureza aventureira. Já viajara para diversos lugares do mundo, mas após um incidente traumático ocorrido na África, ela desistira das aventuras e passara a ficar mais em casa. Quando foi convidada a passar um tempo no rancho de seus tios no Texas, Nora ficou muito animada. Havia lido vários romances de cowboys elegantes e valentes, que sempre faziam de tudo para ajudar os mais necessitados. E, cheia de sonhos românticos, ela partiu do Leste para o Oeste. Mas foi só botar os pés naquela terra para perceber que nada era igual aos romances que lera... principalmente o cowboy que fora buscá-la na estação, todo sujo e mal vestido, sem a menor noção de como se tratar uma dama. E ela, de cara, já começou a empinar o nariz para ele.
Callaway Culhane era o filho do meio de uma das famílias mais ricas do país. A família Culhane era conhecida em todo o Texas por seu império com gados e afins. E, recentemente, a empresa deles comprara o rancho do tio de Nora — apesar do homem continuar a administrá-lo e a viver lá com sua família. A fim de acompanhar de perto o investimento da família no rancho, Callaway foi incumbido de ir trabalhar disfarçado como capataz no rancho. Pra isso, ocultou o famoso sobrenome Culhane e passou a usar o sobrenome Barton. Ninguém sabia quem ele era, exceto que fora graças ao seu talento e trabalho que o rancho saíra da ruína. Por isso, quando viu o desdém com que Nora o tratou, julgando-o apenas pela aparência, Cal resolveu ensinar-lhe uma lição: iria fazê-la se apaixonar por ele e depois a ensinaria a nunca mais julgar ninguém pela aparência. Afinal, aquela mulher precisava de uma lição de humildade. Mas ele não esperava que o tiro saísse pela culatra e logo se viu pensando em Nora o tempo todo. Dividido entre a vingança e a paixão, ele estava prestes a tomar uma atitude sem saber que Nora também guardava os próprios segredos e traumas, que a tornaram a pessoa que ela era. E quando finalmente descobrissem a verdade um sobre o outro, talvez fosse tarde demais para salvar o amor que nascera entre eles...

Após ler Amelia, não poderia deixar de ler esse outro romance histórico, contando a história do misterioso Cal. Já no primeiro capítulo tive a sensação de que o livro ia ser ótimo, mas quando foi aparecendo a quantidade de segredos que, tanto Cal, quanto Nora escondiam, comecei a ficar agoniada. Com aquela sensação de tragédia à vista. Pelo menos três situações passaram pela minha cabeça que poderiam acontecer. E, se acontecessem, seria o fim do livro pra mim... Maaas, eu devia saber que a titia Palmeirão não decepciona e, meu Deus, a forma como ela conduziu essa história encheu meus olhos de lágrimas e tirou o meu fôlego. Infinitamente melhor do que eu poderia imaginar. Sim, Nora fica incomodada pela aparente situação inferior de Cal e eu concordei com ele que ela precisava mesmo de uma lição de humildade. Mas aí vamos descobrindo o que aconteceu com Nora... e do grave problema que ela tem, e então percebemos que boa parte daquilo era uma fachada para manter as pessoas longe. Mas o amor entre eles é real e não é fácil de resistir. Claro que Cal vai ficar confuso, e como bom mocinho de Diana Palmer falará algumas coisas que magoarão a mocinha. Mas não chega a ser ogro não. Ao contrário, achei Cal um mocinho muito fofo e totalmente protetor. Pergunta pro pai da mocinha se ele terá coragem de levantar a mão novamente pra ela.... #SóDizendo

Mas nem tudo são flores. Cal tem uma ideia pra fazer Nora descer do pedestal de dondoca, colocando-a numa situação em que teria que fazer coisas que, antes, seus serviçais faziam pra ela. A ideia seria mesmo uma boa... se Nora não guardasse um segredo dele, que acabou se agravando por causa desse plano de Cal e se tornou a desgraça na vida dos dois. Não vou entrar em detalhes, mas quando Cal finalmente descobre esse segredo — e as consequências que seus atos tiveram, por não ter conhecimento dele — foi de partir o coração. Dá pra sentir toda a dor, desespero e o sentimento de culpa que ele tem. Só de lembrar já preciso de outro lencinho... Olha, superar isso não será fácil, principalmente porque Cal ainda terá que guardar segredos de Nora. Mas tenha fé e vá fundo no livro. A jornada ao felizes para sempre valerá a pena!

Ainda acompanhamos um romance secundário da prima de Nora, Melly. Gente, é um romance bem estilo titia Palmeirão mesmo, e implorava pra ter o seu próprio livro. Nossa, como queria poder ver mais daquele mocinho... o cara prometia. Uma pena, porque, mesmo sabendo que Melly terá seu final feliz, não vemos isso acontecer, de fato, no livro. Ok, vemos acontecer, mas não na sua totalidade. Não vemos o casamento, pronto falei. E, como não poderia deixar de ser, vemos a turma toda de Amelia aparecendo aqui: a própria Amelia e King, totalmente apaixonados e com um membro novo na família, o irmão de Amelia, Quinn e a esposa Maria (também com um membro novo na família), Alan Culhane, que não tem livro próprio, mas que me deixou curiosa pra saber quem é a misteriosa mulher por quem ele está apaixonado, e ainda aparece um outro mocinho de Diana Palmer: o sr. Dunn. Ele é ninguém mais, ninguém menos que Jared Dunn, um antepassado de Judd Dunn (protagonista de "Fora da Lei" – Homens do Texas 28). Ele tem seu próprio Livro, chamado Noelle, que se passa logo após os eventos narrados em Nora. E deve ser um livro bem interessante, já que Dunn era um fora da lei que se tornou um dos melhores advogados de Nova Iorque (sem perder aquele lado malicioso e ameaçador dele, como já deu pra notar aqui em Noelle). Então, claro, os livros, apesar de serem independentes, têm uma certa ligação. E já que estou no assunto mesmo, acrescento que Noelle tem uma certa ligação com os livros Magnolia Coração Selvagem, pois o mocinho de Coração Selvagem aparece, ainda solteiro, tanto em Noelle quanto em Magnolia.

Se na resenha de Amelia eu aconselhei que, se nunca tivesse lido nada de Diana Palmer, não começasse por ele, aqui digo o contrário: apesar de ser o livro 2 dos Irmãos Culhane, a história é bem independente, e esse sim pode ser seu primeiro livro de Diana Palmer. Indico o livro pra todos, é uma história muito linda, emocionante, um pouco sofrida sim, mas que, como disse a amiga Elaine Prata, mostra dois personagens imaturos que vão crescendo. E é lindo vê-los crescendo juntos, superando as dificuldades e construindo um futuro a dois. Nenhum dos dois pensava em casamento, Cal por ter outros projetos em mente, Nora por achar que, devido ao incidente na África, casamento e filhos era algo impossível para ela. Mas, como dizem por aí, a vida acontece, e um acabou sendo tudo o que o outro precisava para ser uma pessoa melhor. E, claro, também tem um vilão ou dois, que é pra dar uma agitada nas coisas... Ai, Deus, tô apaixonada! Super-hiper-ultra-mega-power recomendado. Com certeza assino embaixo, em cima, do lado, do outro...


Irmãos Culhane:
  1. Amelia (Amelia) - Jeremiah Pearson Culhane (King Culhane) e Amelia Howard
  2. Nora - (Nora) - Callaway Barton e Nora Marlowe


Livros Relacionados:
  • Noelle - Jared Dunn e Noelle Brown
  • Magnolia - John Hawthorn e Claire Lang 
  • Coração Selvagem (The Savage Heart)  - Matt Davis e Tess Meredith

*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

29 comentários :

  1. só sinto que vou curtir! quero ver a Nora sair desse posto de dondoca e claro que fiquei curiosa pelos mistérios que cercam a história
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Vai sim, Thaila! É bem legal quando ela percebe que era meio snob mesmo. E a forma como ela muda! Os mistérios ajudam a manter o suspense até o final. Do cap 7 em diante li direto, não consegui largar!

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Sempre leio comentários super animados sobre os livros da Nora e com esse livro não foi diferente, parece mesmo ser super interessante para quem gosta do gênero.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. É bem legal sim, Inês! :q Fica aí uma ótima dica pra quem nunca leu nada da Diana Palmer! :d

    ResponderExcluir
  5. Beth, eu li em inglês, mas tem uma tradução de fãs em português que dá pra encontrar facilmente na internet! :d

    ResponderExcluir
  6. Por conta desse trecho "a forma como ela conduziu essa história encheu meus olhos de lágrimas e tirou o meu fôlego." Já me deixou doidinha para ter esse exemplar em mãos. . Gostei da resenha. Ficou ótima!!! :u

    Bjs
    Lu Blog: Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  7. Obrigada, Lu! Espero que vc leia, tenha certeza de que vai gostar! :j

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha Suelen. Ainda não li nada da Diana Palmer e achei esse livro uma ótima dica. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  9. Se tiver a chance, leia sim. O livro é ótimo!

    ResponderExcluir
  10. Sú,

    LÓGICO que eu vou ler Nora, em inglês...Mas o meu problema é que tenho uma lista infinitaaaaaaaaaaaa de livros para ler antes desse. Mas titia Palmeirão passa na frente. Amei a sua resenha. Ah! Já li Noelle. Você vai gostar.

    beijos,
    Joely

    ResponderExcluir
  11. Acredita que sempre ouvi falar da autora e inclusive ótimas recomendações, mas ainda não li nada dela?!
    Dica mais do que anotada =D

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  12. Jô, sei bem como é.... não li Noelle ainda justamente por causa da minha lista enoooorme de leitura, rsrsrs.... Mas agora já tô animada, pq se vc gostou, vou gostar tb! :s

    Pah, esse é um ótimo livro pra ser seu primeiro! :j

    ResponderExcluir
  13. Oi Su,
    Entre este e Amelia, gostei muito mais da resenha deste. =)
    O Cal já me conquistou, essa de usar um disfarce me fez lembrar um romance de banca que gosto muito, Armadilha para uma noiva, o mocinho planeja contra a mocinha e acaba saindo pela culatra tb. kkkk
    Preciso arrumar um lugar na lista para conferir esta leitura. Muito curiosa quanto a estes segredos de ambos os lados.... e temendo que acabe imaginando o pior também.
    Mas pelo menos saberei que o final é feliz para vc recomendar. =)

    ResponderExcluir
  14. Dani, eu tb gostei muito mais desse do que de Amelia. E sim, eles passam por maus momentos, mas no final tudo dará certo!!!!

    ResponderExcluir
  15. Oi Suelen!
    Eu ouço muitos comentários sobre Diana Palmer e seus romances. Sua resenha me deixou super curiosa pra descobrir o segredo da Nora! Ainda mais sabendo que o final é feliz. <3
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  16. Eu gostei muito do livro, Priscilla. E acho que vai gostar tb!

    ResponderExcluir
  17. Oie! Eu ainda não li nenhum livro dela, mas espero em breve ler!
    bjs, se puder comentar nessa resenha ajudaria muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/01/assassinato-na-torre-eiffel.html
    e tem promoção no ar:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/01/promocao-ferias-com-leituras.html

    ResponderExcluir
  18. Naylane, se tiver a chance, leia um livro dela! Sou apaixonada por eles! ♥

    ResponderExcluir
  19. Oi Su, sabe que eu vi você resenhando a Amelia, mas este me chamou mais atenção pelo personagem. Parece mais "homem" sabe, do meu tipo. Hahahahahahaha. E toda esta coisa de rancho, do Texas, ai é meu sonho de vida!

    Greice

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  20. Somos duas então, Greice! Gostei muito mais do Cal tb! :s

    ResponderExcluir
  21. Oi Suelen amei sua resenha. Nora eh realmente romance maravilhoso eu li reli e depois dessa resenha vou ler de novo. Eu já li Amelia e confesso q não gostei muito o mocinho eh um verdadeiro ogro (na minha opinião), também li Noelle e amei simplesmente maravilhoso.

    ResponderExcluir
  22. Ai, eu preciso ler Noelle.... mas tenho tantos livros na frente.... Tô tentando resistir e não furar fila, mas está cada vez mais difícil, rsrs....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc amar Noelle. O q eu posso te dizer do mocinho eh q ele eh o homem que toda mocinha quer, com esse mocinho pela primeira vez meu marido ficou com ciúmes de DP, abandonei ele por três noites seguida só pq fiquei fascinada por essa história fiz ele trocar fraudas e tudo rsrsrs

      Excluir
  23. Nossa Su, fiquei super empolgada. Já ouvi dizer que a Tia Palmeirão gosta de mocinhos muitas vezes casca grossa rsrsrs :o. Vou tentar encontrar ele na net traduzido para baixar.
    Bjs :g
    Amanda Nery
    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  24. Nossa, Morena.... o mocinho deve ser bom MESMO, hein?! :o

    Amanda, eu li em inglês, mas tem sim uma tradução de fãs que pode ser encontrada na net. E sim, titia Palmeirão adora um ogro (o irmão do Cal, por exemplo, é um). Mas o Cal até que é bem fofo, mesmo dando uma derrapadinha.... Acho que vc vai gostar desse livro.

    ResponderExcluir
  25. Ai que delícia de livro Suelen!! Que pena que não foi publicado no Brasil ainda! Eu tenho tanto livro de papel aqui pra ler que dá uma preguiça imensa de encarar os ebooks :f
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  26. Menina, nem fala.... essas semanas, catalogando meus livros de papel, contei 420. Mas ainda faltavam outros livros pra catalogar..... Por isso, tô tentando dar uma parada nos ebooks e pegar os meus de papel... Mas fica difícil resistir a titia Palmeirão, hehe!!! :o

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates