sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Chantelle Shaw - Atrás dos Portões do Castelo

Título Original: Behind The Castello Doors
Protagonistas: Cesario Piras e Beth Granger
Paixão 398



A tormenta bate à porta.

Cesario Piras, o inquietante dono do Castello del Falco, não estava preparado para a visita que apareceu em seu lar durante um temporal, nem para o pequeno pacote com o nome dos Piras que ela carregava. Sua razão insistia que ele a ignorasse, mas ele foi traído pelo coração. Beth Granger sabia que não haveria volta depois que batesse à porta do castelo. Ela tem uma missão a cumprir. Mas, assim que Cesario olhou fundo em seus olhos suplicantes, o plano infalível de Beth foi por água abaixo.



Beth Granger jurara no leito de morte de Mel, sua melhor amiga, que não somente cuidaria da bebê dela, mas que iria de encontro ao pai da menina lhe falar sobre o nascimento dela. Assim, Beth saíra da Inglaterra para a Itália a fim de cumprir sua promessa. Abandonada pelo pai e criada num orfanato desde a morte da mãe, ela não tinha uma boa opinião sobre os homens — principalmente sobre um que aparentemente dormia sem proteção com uma mulher e a abandonava no dia seguinte, sem nem ao menos lhe dizer seu nome. Ela já imaginara que o bilionário Cesario Piras pediria um exame de DNA antes de acreditar que era pai da pequena Sophie. Mas o que ela não esperava era que ele não somente as manteria no castelo até o resultado do exame, como também iria criar a bebê caso o resultado fosse positivo. Beth amava a menina e não tinha a menor intenção de abrir mão dela, mesmo sabendo lá no fundo que o banqueiro Cesario poderia dar tudo o que ela, uma pobre faxineira, não poderia dar a Sophie. Mas nada poderia ser decidido até que o exame fosse feito. Contudo, um deslizamento os deixara isolados no castelo e enquanto a estrada não fosse liberada, nada poderia ser concluído. Conforme os dias passavam, Beth e Cesario iam conhecendo mais um ao outro. De um lado, ela percebera que ele não era o homem frio e irresponsável que imaginara ser. E ficara tocada com a tragédia pela qual ele se culpava até hoje. Do outro lado, Cesario se sentia cada vez mais apegado não só à bebê, como também àquela frágil mulher que abrira mão de muitas coisas para cuidar da filha de outra pessoa. E acreditava cada vez mais na sinceridade dela. Mas a data em que sua suposta filha fora concebida marcava o aniversário de uma tragédia que ele preferia esquecer, e estivera muito bêbado na época para se lembrar de ter dormido com alguém, apesar de não negar a possibilidade. Por isso, o exame de DNA. Mas o que aconteceria se ele fosse mesmo o pai de Sophie? Será que ele expulsaria Beth da vida da menina? Ou pior, e se ele não fosse o pai? Expulsaria ambas de sua vida?

Esse é o segundo livro que leio da Chantelle Shaw, e é o segundo que eu amo "de com força", hehe. Se todos os livros da autora forem assim, quero todos eles pra mim! Devo ter lido esse livro em mais ou menos três horas, sem brincadeira. E não foi só porque ele é pequeno não. É que a história é impossível de se largar, até que se chegue ao fim.

Cesario Piras (fala sério, que nome é esse?!) é um homem que carrega cicatrizes no rosto e no coração. Perdera toda a família e nunca soube o que era ser amado de verdade. Já Beth sempre fora a rejeitada, a criança que ninguém queria: nem seu próprio pai, nem nenhum casal que estivesse disposto a adotar alguém. Tudo o que ela tinha era a sua melhor amiga, também órfã, Mel. E agora nem Mel ela tinha mais. Mas tinha a Sophie, e faria de tudo para que a bebê tivesse a infância que ela nunca teve, mesmo que tivesse que engolir seu orgulho e pedir auxílio financeiro ao suposto pai da menina. Sim, suposto porque sua amiga nunca soubera o nome do pai da criança até ver a foto dele num jornal no quarto do hospital onde dera a luz, dias antes de morrer. Foi aí que descobrira que o homem era rico e pedira a Beth que garantisse que ele cuidasse do futuro da menina. Elas nem imaginaram que ele sequer cogitasse a possibilidade de querer a bebê. Afinal, quem dorme com uma mulher sem dizer o próprio nome não quer nenhum compromisso ou obrigação. Maaas o buraco é mais embaixo e ainda tem muita coisa que precisa ser esclarecida nessa história. E enquanto isso não acontece, a atração entre Cesario e Beth vai ficando cada vez mais incontrolável.

Uma das muitas coisas que eu gostei nesse livro foi a capacidade dos personagens de deixar suas primeiras impressões de lado e, em vez de sair tirando conclusões precipitadas, tentar entender o lado do outro e, conversando, chegar à verdade. Coisa rara nos romances, onde tempestades são feitas simplesmente pela falta de comunicação. E o final do livro é a maior prova disso. Beth pode ser magricela e frágil, mas é uma guerreira. Não se curva diante das dificuldades e provações que a vida coloca à sua frente (e não foram poucas) e mesmo assim não é uma pessoa amarga. Cesario, por trás da enorme cicatriz no rosto e aparência fria é, na verdade, um homem amoroso e protetor. Não há nada que ele não estivesse disposto a fazer pelo bem-estar de Beth e Sophie, mesmo que o resultado do exame fosse negativo. Ah, e era muito fofo vê-lo com a bebê. Ele realmente se apegou a menina quase que imediatamente. Se Cesario é mesmo o pai de Sophie ou não, você terá que ler o livro para descobrir. Mas digo uma coisa: foi mais perfeito do que eu poderia ter imaginado. Só faltou um epílogo, porque a história era tão boa que merecia mais algumas páginas de felicidade.

O livro foi uma agradável surpresa, sem dúvidas. Muito mais que recomendado. Se tiverem a chance, leiam sem medo. Vale muito a pena!


Capa Original:


*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

16 comentários :

  1. oi Su, tudo bem?
    eu ja li alguns da Chantelle, alguns bons outros nem tanto, mas assim como você sempre que tem um livro dela fico com vontade de ler! esse promete hein? olha que enredo! tem tudo o que gosto: romances, bebês e dores do passado
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Esse é óóótimo, Thaila! Se vc tiver a oportunidade, pode ler sem susto!!! :a :q

    ResponderExcluir
  3. Amo livros assim, que nos prendem e nos impedem de largá-los, não conhecia esse,
    a editora publica tantos que fica quase impossível acompanhar todos os lançamentos, apesar disso admito que fiquei desejosa da leitura.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. É verdade, são tantos livros que fica difícil saber por onde começar, hehe. E esse aí eu fui ler meio que por acaso. Provou ser uma grata surpresa, felizmente! :n

    ResponderExcluir
  5. Eu já li o livro e gostei bastante. Gostei mais da capa original.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom, né?! Realmente, a capa original passa bem o "drama;' da história. Mas gostei da nossa tb! :a :q

    ResponderExcluir
  7. Oi, Suelen!
    Parece ser um livro muito fofo! E gostei dessa questão dos personagens não aparentarem ser deslubrantes. Em geral é todo mundo lindo e perfeito nesse tipo de romance.
    Gosto de romances mais curtos para passar o tempo e dar aquela acalentada no coração. Leria, certamente! =D
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Suelen! Parece loucura, mas foi o castelo que logo me chamou atenção, um local que dá asas para imaginação em livros de romance, aí vim aqui conferir os detalhes da trama e amei, quero conferir esta história sem dúvidas.


    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  9. Olá Suelen!

    Eu conheço as histórias da Chantelle Shaw e as adoro! É uma das minhas autoras queridas! Creio até que ela se parece um pouco com a Lynne Graham e por isso mesmo gosto ainda mais dela!

    Ainda não li "Atrás dos Portões do Castelo", mas depois da sua resenha fiquei morrendo de curiosidade!kkkkkkk... Imaginando se a menina é filha dele ou não e como as coisas ficarão entre o casal, dependendo do resultado. Com certeza irei ler! :D

    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oi Suelen!
    Ainda não li nenhum livro da autora, mas adoro romances com bebês e cicatrizes do passado.
    A capa original não tem nada a ver com a nossa! :e

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  11. Oi, como vai?
    Fico feliz por o livro ter sido tão agradável pra você.
    Infelizmente os livros da editora tem uma capas tão feias que parecem livros de banca.
    Eu não me daria o trabalho de ler, mesmo sabendo que possa ser bom.
    Um beijo,

    www.enquantoestavalendo.com

    ResponderExcluir
  12. Priscilla, Cida, Luna, Sora... podem ler sem medo! O livro é ótimo!

    Marcelo, na verdade os livros da editora (em sua maioria) são de banca (incluindo esse aqui). Algumas capas são melhores que as outras, mas comigo isso não interfere não. Se eu gostar do resumo, eu leio, hehe!

    ResponderExcluir
  13. Boa noite, Suelen, Gostei da recomendação, vou ler. Agora me diz, qual o outro livro dessa autora que você gostou? Adoro um livro de banca.

    ResponderExcluir
  14. Ana, o outro livro foi o "Herdeiros do Desejo". Comecei a ler sem expectativa nenhuma e fui maravilhosamente surpreendida! :s

    ResponderExcluir
  15. Oi Suelen.
    Bom saber que esse mocinho é legal, li um que tinha o mesmo nome, mas ele não me agradou. =/
    E não resisto a tramas com bebês. kkkk. Eles roubam a cena ao roubar o coração amargurado dos papais. =)
    Essa mocinha passou por poucas e boas, unindo ao que ele passou têm como compreender um ao outro melhor, né?
    Fiquei bem curiosa para descobrir como termina a trama. Irei á caça. =)

    ResponderExcluir
  16. É muito bom mesmo, Dani! Espero que vc consiga achar o livro pra ler!

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates