terça-feira, 15 de maio de 2012

Susan Napier - Um Amor De Chefe

Título Original: In Bed With The Boss
Protagonistas:
Duncan Royal e Shirley Donovan (originalmente, chamada de Sunshine Kalera Donovan)
Julia 1036


Maratona de Banca 2012 - Resenha de Maio
Tema: Secretárias


Na cama com o chefe?

DE SECRETARIA MODELO…
Shirley Donovan e Duncan Royal têm um relacionamento perfeito de trabalho.
São educados, profissionais… apesar da única noite de intensa paixão que jamais deveria ter acontecido! Ambos já haviam esquecido o incidente… ou assim pensava Shirley.

…A AMANTE DO CHEFE?
Mas Duncan vive atormentado pelas lembranças daquela noite e fica furioso ao saber que Shirley está noiva de outro homem. Custasse o que custasse, Duncan traria Shirley de volta para sua cama, e para sua vida… permanentemente!



Serei bem direta nessa resenha, porque não quero perder mais tempo com esse livro do que já perdi. Talvez essa resenha tenha um poquiiinho de spoiler, pois preciso que entendam porque eu não gostei dessa história. Mas não será nada que estrague a leitura de quem ainda não o leu (o próprio livro faz isso por si só), e também farei o possível para não colocar nada que não seja revelado já no 1º e/ou 2º capítulo.

É o seguinte: Shirley era secretária de Duncan há 3 anos. Também era viúva há 2 anos (sim, o mocinho acabara se tornando amigo do falecido). Quando havia 6 meses que Shirley ficara viúva ela tivera uma "crise", sentindo muita falta do marido que tanto amava e não queria ir pra casa — que estava recheada de memórias do falecido. Duncan a levou, então, para a casa dele e depois de um chazinho, a mulher apagara. De madrugada ela despertara e depois de trocar umas palavras com seu chefe foi tomar um banho. A mulher começou a lembrar do marido, foi ficando quente, quente, começou a.... ahm... bem... se aliviar no chuveiro (se é que me entendem) e saiu do banho sentindo ainda mais saudades do marido. Super excitada, o que a cidadã me fez? Partiu pro quarto do homem mais próximo: Duncan, seu chefe. Daí já podem imaginar, né?! Eles não chegaram aos "finalmente", mas ela pelo menos chegou, pois o mocinho generoso a aliviou, tentando ser cavalheiro e não se aproveitar da "fragilidade" dela, afinal Shirley queria mesmo era um substituto do marido (até pedira pra ele chamá-la como o marido a chamava nas horas de intimidade — affff). Enfim, quando ela conseguiu o tal alívio, já de cabeça um pouco mais... relaxada, se fez de viúva arrependida, deixou o homem lá na seca e nunca mais tocou no assunto.
Agora, 1 ano e meio mais tarde, Shirley pedira demissão porque estava noiva. De Stephen Prior, o pior inimigo de Duncan, ex-sócio e atual rival nos negócios. Claro que o chefe ficou chateado. Afinal, concordara em respeitar o luto dela, mesmo sendo patente o amor que ele sentia por ela, nunca mais mencionara o evento em que Shirley o atacara na cama dele e tudo pra quê? Pra descobrir que ela não só saía com outro homem em segredo, mas que esse homem era a pessoa que mais odiava no mundo (e que, aparentemente, já havia tentado seduzir outras funcionárias de Duncan pra tentar atingi-lo). Mas Shirley não queria ouvir nada que difamasse seu mais novo noivo, e estava irredutível. E é assim que começa essa tragédia história.

Vou te contar, que tortura foi ler esse livro. Se tem algo pior do que uma periguete, é uma mocinha periguete. E se tem algo pior do que uma mocinha periguete, é uma mocinha periguete disfarçada de santa pela autora. Eu NUNCA abandono um livro, por pior que ele seja, mas esse aí é um que eu abandonaria a leitura.... se não fosse pela maratona de banca. Fez com que eu me arrependesse de não ter escolhido um livro reserva. Eita livro ruim, pronto falei. A mocinha passa o livro todo se passando por santa e boa moça, mas só pensava em sexo (sério, achei que a qualquer momento ela entraria em combustão instantânea), o que em alguns momentos deixou a leitura um pouco vulgar. E ainda por cima, algo que eu odeio: Shirley passou o livro TODO comprometida com outro. Juro pra vocês, até o último capítulo ela ainda estava noiva e — pasmem!!! — sem a menor vontade de desmanchar o noivado, embora não perdesse a oportunidade de dar uns amassos no futuro-ex-chefe (com a desculpa ridícula de que eram apenas duas pessoas aproveitando a companhia um do outro). Ela é uma personagem sem nenhum carisma. Sinceramente, não sei o que Duncan viu nela. Não há nada para se gostar ali. Mocinha chata, que uma hora quer a lua, na outra quer o sol. Numa hora gosta do dia, na outra gosta da noite. Não sabe o que quer.
Quanto ao Duncan... ele é do tipo "não-me-sobe-nem-me-desce". Talvez o personagem me conquistasse mais se pudesse ter visto o ponto de vista dele também (sim, somos obrigados a acompanhar a narração toda mostrando apenas o ponto de vista dela). Agora adicione à isso a ex-mulher de Stephen Prior (o noivo), que ele obviamente ainda não esqueceu, e que também tem um passado com Duncan + uma criança cuja paternidade é questionável e teremos a fórmula para o caos. Deus nos ajude!

As coisas não andam no livro, ficam sempre naquele lenga-lenga: Duncan querendo (re)conquistar Shirley, Shirley insistindo em seu noivado com Stephen, Stephen querendo controlar até a hora em que a mocinha tem que respirar.... e muitas pontas soltas. Sim, o livro termina abruptamente, sem esclarecer muitas coisas (Stephen e a ex tinham várias pendências que ficaram no ar. A história deles facilmente daria — e merecia, me atrevo a dizer — um livro próprio). Não acreditei que o livro tinha acabado quando li a última página. Pensei: "jura que vai terminar assim???". Minha irmã (vendo minha revolta) me disse: "Esse livro não é da NC? Quem sabe não foi mutilado?". A verdade é que o livro de fato foi mutilado e eu sabia disso antes de lê-lo. Mas com uma trama dessas, não achei que o original fosse tão melhor assim. De qualquer forma, li o último capítulo em inglês e ele é mesmo muito mais completo e um pouco mais explicativo. Deu pra entender melhor como os mocinhos ficaram juntos no final (porque na versão nacional parece que foi de um segundo pro outro. Num minuto a mocinha estava quase matando o mocinho e no outro já estava enfiada na cama com ele, confessando seu amor). Mesmo assim, não me agradou muito não.

Sendo justa, talvez o original seja um pouco melhor. Como fã de Diana Palmer, sei muito bem que uma mutilação pode acabar com uma obra de um autor (como fizeram com alguns livros da DP), mas sendo também sincera, não aguento nem mais ver essa história pela frente. Mas se você se interessou pelo resumo, não deixe que minha resenha te desanime. Esse livro até que não está tão mal cotado em sites como o Skoob, Goodreads e Amazon.com (embora algumas pessoas tenham a mesma opinião que eu).

Pra mim, foi uma leitura que não valeu a pena. Contudo, leia se quiser, por sua conta e risco.

Capa Original:


*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

15 comentários :

  1. Rapaz eve ser ruim mesmo.. que nem consegui terminar de ler a resenha, de tanto asco que senti da "mocinha"....
    Bem que vc poderia ter lido: Casamento... forçado???
    Ao menos eu amooo de paixão!!!
    Boa sorte com o próximo!!!

    ResponderExcluir
  2. Que livro sofrível! Vou passar longe... Eu sou que nem você: não consigo abandonar um livro (por pior que seja). Dou chance até o último paragrafo! Mas pelo jeito esse livro não tem nada que salve! Que mocinha detestável!

    ResponderExcluir
  3. Pois é, meninas.... infelizmente, esse livro foi de doer.... :r

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sue!

    Eu não sou fã de livro com viuva, então vou passar bem longe desse livro :c

    Beijos
    Luciana
    Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  5. Vixe, então vc ñ vai gostar desse livro não, :o

    ResponderExcluir
  6. Até gostei da sinopse, mais depois de ler sua resenha, percebi que a autora não soube explorar o enredo, o que acabou transformado a mocinha numa mala sem alça:o .
    *bye*

    ResponderExcluir
  7. Eu comecei lendo o livro cheio de expectativas, mas foi um decepção. Uma pena, pois ele realmente poderia ter sido um bom livro. Mas não foi.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Suelen!! Tudo bom?

    Primeira vez que visito seu blog, e devo dizer que fiquei encantada :) Tudo aqui é muito lindo e bem-feito, e a sua resenha é muito bem escrita!


    Puxa, é tão ruim ler um livro que nos "tortura"... a gente não vê a hora de chegar ao fim, imaginando que irá compensar tudo de ruim que aconteceu ao longo da história, mas, muitas vezes, o final só "fecha com chave de ouro" kkkkkk


    Caso goste de romances históricos, fique à vontade para conhecer meu romance, O Pássaro: http://www.skoob.com.br/livro/194449

    Um beijo!

    Samanta Holtz
    autora de O Pássaro
    www.samantaholtz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Samanta, seja bem vinda!
    Pois é, é bem difícil eu pegar um livro que me decepcione, pq costumo pesquisar bem antes de começar a ler um livro, ler resenhas, comentários.... Mas às vezes acontecem essas surpresinhas, rs... Mas faz parte. É até meio que divertido poder desabafar aqui depois, hehe!
    Vou agorinha lá no skoob dar uma olhadinha no seu link! :d

    :g

    ResponderExcluir
  10. Suelen
    Você é minha heroína. :s Com um livro ruim assim :r acho que eu abandonava, não ia ter Maratona de Banca que me fizesse continuar.
    A resenha ficou engraçada :o
    Bjs... Elis Culceag.
    www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  11. Pois é, menina.... esse aí vou difícil de engolir, rs... :o

    ResponderExcluir
  12. Tem livro que é bom não arriscar.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  13. Ah, esse com certeza é um deles, :o

    ResponderExcluir
  14. E não é que eu fiquei curiosa?:o Mas, sério, detesto "mocinhas" assim! Alguns livros são de doer mesmo.

    Bjos! :)

    http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. É... esse aí foi quase uma tortura, rs.....

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates