sexta-feira, 30 de março de 2012

Diana Palmer - A Última Chance

Título Original: The Texas Ranger
Protagonistas: Marc Brannon e Josette Langley
Primeiros Sucessos 22


Série Hutton 04

Desta vez há mais riscos em jogo do que somente seus sentimentos…

Quando o patrulheiro Marc Brannon volta à ativa, um notório e misterioso assassinato o coloca novamente ao lado da investigadora Josette Langley. Cheia de vida, ainda que vulnerável, ela jamais escondeu a paixão que nutria por Marc. Rude e solitário, ele também se sentiu atraído por ela, apesar de sua inocência e juventude. Ainda assim, Marc e Josette se separaram bruscamente quando ela fez uma chocante acusação que abalou suas vidas. E agora que estão juntos outra vez, há mais riscos em jogo do que seus sentimentos. Josette está sendo alvo de um político corrupto que deseja encerrar qualquer investigação que possa revelar uma verdade. Marc e Josette seriam capazes de colocar de lado sua turbulenta discordância a fim de fazerem justiça? Ou seriam pegos em fogo cruzado?


Outros personagens de Diana Palmer que aparecem ou são citados aqui:
    Gretchen e Philippe Sabon: Lorde do Deserto (Série Hutton 03);
    Tira e Simon Hart: Sempre Te Amei (Série Homens do Texas 19);
    Rey Hart: Feitiço do Amor (Série Homens do Texas 24);
    Leo Hart: Nas Mãos do Destino (Série Homens do Texas 25);
    Judd Dunn e Christabel: Fora da Lei (Série Homens do Texas 28);
    Cash GrierRenegado (Série Homens do Texas 29);
    Alice Mayfield Jones: O Rebelde (Série Homens do Texas 42);
    Curtis Russell: Policial de Jardim.
    Além dos outros irmãos Hart e Bojo (Diana Palmer já prometeu escrever o livro dele).


Aos 15 anos, Josette Langley acusara um jovem de tentar estuprá-la. O caso fora a julgamento, mas o rapaz fora inocentado alegando ter sido seduzido por ela. Ninguém acreditara em Josie, nem mesmo Marc Brannon, o policial que a resgatara e por quem era apaixonada. Ele não só duvidara de sua palavra, como também testemunhara contra ela no tribunal. Aquilo devastara não só o seu coração, mas também à sua família, forçando-os a se mudar da pequena cidade de Jacobsville para San Antonio. Alguns anos mais tarde Marc voltou a se aproximar de Josie e, embora ainda não acreditasse nela, começaram um relacionamento. Entretanto, numa noite onde não conseguiram resistir a paixão que os envolvia, Marc teve a prova da inocência de Josie e descobrira que estivera enganado a seu respeito. Chocado demais pela descoberta — e pela percepção de que ajudara a destruir a vida da única mulher que já amara — ele falara coisas sem pensar e a magoara mais uma vez. Mas antes que tivesse a chance de se explicar e se desculpar, veio o golpe final para a história dos dois: eles se viram mais uma vez em lados opostos num julgamento. Josie, acreditando ter sido traída por Marc uma terceira vez, deixou tudo para trás mudando-se para Austin e nunca mais o vira outra vez.
Dois anos depois, um misterioso assassinato colocou novamente Marc e Josie lado a lado. Eles deveriam trabalhar juntos para prender os responsáveis pelo crime, o qual abrira novamente antigas feridas entre eles, trazendo à tona antigos segredos.
Enquanto aumenta o perigo que os cerca, Marc busca uma segunda (ou seria uma terceira?) chance para se redimir e provar à Josie que não fora o responsável por sua última ofensa. E em meio à misteriosos assassinatos, mentiras e segredos ambos deverão abrir mão de suas verdades para solucionar a série de crimes que estão investigando. Mas acima de tudo, terão que aprender a perdoar e confiar um no outro para que finalmente consigam viver juntos a vida que sempre sonharam e o amor que sempre desejaram.

Antes de qualquer coisa, pausa para um suspiro: *Ah, Marc!*.
É que não é de hoje que sou apaixonada pelo irmão da espirituosa Gretchen Brannon ("Lorde do Deserto" – Série Hutton 3). Como ele cometeu todas as atrocidades e ogrisses com a Josie no passado, aqui ele tenta correr atrás do prejuízo. Claro que isso não o impede de pisar na bola e destilar um pouco de seu veneno de vez em quando, afinal ele é um mocinho de Diana Palmer. Mas isso não dura muito tempo, e a perfeita simulação de indiferença por parte de Josie ajuda rapidinho a colocá-lo em seu lugar, o que somado ao fato dela não abaixar mais a cabeça para tudo o que ele fala e revidar as suas palavras à altura torna o relacionamento dos dois muito mais interessante. Onde estava aquela garota que Marc conhecera no passado? Ela cresceu.
"Brannon se sentia desorientado. Esperava que ela mordesse o lábio inferior, parecendo atormentada, como há dois anos, quando ele lhe dirigiu um olhar furioso durante o julgamento de Jennings. (...) Mas aquela era uma mulher diferente. Forte, fria e que não se intimidava."
Capítulo 2 – página 31

Já deu pra sentir o clima, né?! Em relação a pessoa responsável pelos crimes na história, só posso dizer que é alguém completamente perturbado das ideias. Psicopata desde muito jovem. E não é muito difícil descobrir quem é se você prestar atenção aos sinais.

Agora, preciso dar um destaque todo especial ao Cash Grier ("Renegado" – Série Homens do Texas 29). Este livro marca a primeira aparição desse personagem, um dos mais amados mocinhos de Diana Palmer. E ele já chega com tudo, cercado de mistérios e boatos, deixando Marc cheio de ciúmes e ataques de possessividade (essa palavra existe???). E o que foi aquele discurso de Cash no final do livro??? Morri de rir quando Marc tentou cortá-lo e ele disse: "Tenho mais seis páginas para ler". Já dava pra ver que Cash Grier era um personagem que prometia!!!
Também foi ótimo rever Gretchen e Sabon, com o filho à tira colo, mesmo que muito brevemente.

E como não podia faltar numa resenha minha de um livro da Diana Palmer, vamos falar da nossa versão nacional. Esse livro já havia sido lançado há um tempo pela Nova Cultural, numa versão que apresentava alguns cortes a algumas pequenas alterações nas traduções que (apesar de não serem graves) em alguns casos mudavam o sentido. E essa nova versão da Harlequin? Como está?
Preciso ser sincera: quando comprei o livro fiquei receosa quanto a tradução. Sempre falei de como gosto das traduções da Harlequin por conta da fidelidade com o original, mas confesso que fiquei com medo dessa aqui estar com algumas falhas como aconteceu em Rosa de Papel, pois a tradutora era a mesma. Querem saber meu veredicto depois da leitura? Me preocupei à toa! O livro não tem cortes, e aquelas alterações que mencionei existirem na versão NC não existem aqui. Adoro quando pego um livro com a tradução fiel à original. Só tenho uma observação / queixa a fazer: No capítulo 1, página 10 diz assim sobre os irmãos Hart:

"As histórias sobre o vício que possuíam de pães feitos em casa e as coisas que faziam para consegui-los estavam se tornando legendárias."

Para tudo: pães??? Ok, eu sei que no original diz "biscuit" e que essa palavra também pode ser traduzida como "pão pequeno" ou ainda "pãozinho feito com fermento em pó", mas o fato é que os irmãos Hart são conhecidos por serem os "irmãos-biscoito". Sempre vemos a tradução em seus livros como “biscoito” (não que a tradutora seja obrigada a saber disso, claro), então já me acostumei a ligar os irmãos Hart aos biscoitos (e creio que vocês também, né?!). Essa é a única ressalva que tenho a fazer sobre o livro. Não é nada que prejudique a história, mas a fã...nática aqui não seria ela mesmo se não mencionasse o fato. De resto, o livro está ótimo!!! E fiquei muito feliz ao constatar que ele teve uma revisão de texto mais cuidadosa do que o último livro lançado da titia Palmeirão. Vi muitas pessoas reclamando e vi a promessa da editora em tomar mais cuidado com isso. Achei isso bem legal!

"A Última Chance" com certeza é um dos meus livros favoritos. Eu não o li, devorei, hehe. Super recomendado, claaaro. E agora, só falta a Harlequin lançar um livro da série Hutton: Agonia e Êxtase. Vamos torcer para que o famoso livro do "créu na mureta" seja lançado em breve!

E para ver como essa série se conecta aos "Soldados da Fortuna" e "Homens do Texas"clique aqui.


Série Hutton
  1. Uma Vez Em Paris (Once in Paris) - Pierce Hutton e Brianne Martin
  2. Rosa de Papel (Paper Rose) - Tate Winthrop e Cecily Peterson
  3. Lorde do Deserto (Lord Of The Desert) - Philippe Sabon e Gretchen Brannon
  4. A Última Chance (The Texas Ranger) - Marc Brannon e Josette "Josie" Langley
  5. Agonia e Êxtase (Desperado) - Cord Romero e Maggie Barton
  6. Forasteiro (Outsider) [também conhecido como "O Estranho" ou ainda "Segredos"] - Colby Lane e Sarina Carrington


Capa Original:


*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

27 comentários :

  1. :u Adorei a resenha! Eu tenho esse livro na versão antiga.


    Beijos
    Luciana
    Blog:Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  2. Eu tb tenho a antiga, mas comprei essa nova da Harlequin tb, hehe. É o vício, fazer o quê, né?! :o

    ResponderExcluir
  3. Sua resenha faz o livro ficar bom, kkkkk! Como sempre a resenha está maravilhosa!
    :u


    Eu não gosto deste livro... nem do Marc. Se eu fosse a Josie metia o pé no traseiro dele. Este livro nunca está na minha lista de releitura, agora eu lembro o motivo.
    :h

    Também fiquei indignada com a pisada de bola com os irmãos Hart... agora de irmãos biscoito passaram a irmãos pão caseiro, kkkkk!
    :l

    Será que a titia Palmeirão tem algum trauma com o hímen das mocinhas??? Várias tem que se submeter a "pequena cirurgia", kkkkkk!

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkkkkkk
    Titia Palmeirão é chegada numa "mulher blindada", kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Ja posso surtar? EU KEROOOOOO! Mas aki não chega mais nd nas bancas... Essa semana chegou Gabe,acredita?????? Sacanagem.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Jura??? :e G-zuiz!!!
    E menina, acredita que a loja onde compro esses livros vai fechar?! Nem sei mais o que farei.... pelo visto, terei que procurar por outra.... mas como essa não tem igual.... :f

    ResponderExcluir
  7. Oi Su!

    Você e suas dicas de leitura! Adoro!

    Adoro ler suas opiniões sobre os livros da Diana Palmer \o/

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Me amarro nos livros da titia Palmeirão, hehe! :s

    ResponderExcluir
  9. Oi Suelen
    Que negócio é esse de "créu na mureta" :e ?
    Adorei a resenha, mas não sei se daria tantas chances assim pro cidadão :l !
    Beijos...Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  10. kkkkkkkkkkkkk :c
    Ah, menina, é que em Agonia e Êxtase Cord Romero dá um créu na Maggie, contra a mureta de um restaurante, onde ele tinha ido fantasiado de velhinho.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk :c

    ResponderExcluir
  11. SU! eu tb li essa trad de biscoito para pão. Mas acredito q foi a tradutora mesmo q não está "ligada" nas histórias dos irmãos biscoito.
    Citei um trecho seu que fala dos personagens q aparecem e sobre a série, mas coloquei crédito, viu!!!! Tb vc tem tudo da Diana aqui.
    Eu achei umas coisas estranhas na tradução como "festas de embalo" ( ninguém com menos de 60 anos usa uma expressão assim ainda) e ""telefone móvel" confesso que até pensei que a tradutora andou copiando uns textos de Portugal, pois em livors portugueses que vemos o celular chama de telemóvel :) Vai saber. Achei as letras bem pequenininhas tb mas o livro é ótimo e bem traduzido ( fora essas esquisitices e uns errinhos de português passáveis). bjks Rosana

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha! Parabens! Que bom que alguém se liga nos detalhes como eu! Tô na ansiedade para a chegada desse livro... amo de paixão Diana Palmer!

    bj

    ResponderExcluir
  13. Ah é, sempre tem esses detalhes. E tb acho que a tradutora ñ está ligada no mundo DianaPalmeriano, hehe!!! Mas mesmo assim, tá ok! E que venha o próximo livro da DP!!! :s

    ResponderExcluir
  14. Eu tinha lido esse livro há um tempão atrás na versão gasosa e confesso q nem lembrava muito dele.
    Agora, depois de ler na versão papel publicada pela Harlequin, confesso q não curti o mocinho.
    Marc pode ser engraçadinho, bom moço, arrependido e tal, mas ele fazer o q fez e mais de uma vez com a mocinha e ser perdoado, é demais p/mim... :k
    Quando Marc diz p/Bib..."E nunca abandono meus amigos. Nunca..." pensei...ah para...abandonou a Josie mais de uma vez, Bib era o amor da vida dele então?
    A trama é boa, mas o lance do casal, não me convenceu... :b

    ResponderExcluir
  15. Ai... esses mocinhos da DP sempre metendo os pés pelas mãos, né?! Afff.....

    ResponderExcluir
  16. estou lendo essa história é perfeita apesar das catrevagens do Marc ... ai meu deus um loirão ainda por cima caubói? :h
    xeru

    ResponderExcluir
  17. Não é?! Pena que um cowboy desses ñ aparece no meu caminho..... :o

    ResponderExcluir
  18. Oi Suelen, acabei de ter uma semana de Diana Palmer, mas não teve nenhum cowboy, rsrsrsrs.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  19. Semana titia Palmeirão? Que coisa boa!!!
    Sem cowboys??? :e Uau, que proeza.... :o

    ResponderExcluir
  20. Eu li, mas só que como muitos aí na versão antiga. Amei, muito bom mesmo!!!

    ResponderExcluir
  21. Ah, Jess, eu suspiro pelo Marc até hoje, hehe! Amo!!!

    ResponderExcluir
  22. Oii Su!

    Uma curiosidade, quando o Marc disse que tinha visto um caso onde o cara era inocente e a mulher mentiu para pegar o cargo, não seria o Bentley Rydel??

    Ou estou viajando?? kkk

    Adoro seu Blog, continue assim!

    ResponderExcluir
  23. Oi, Amanda! Obrigaduuu!!! :h

    Quanto à sua pergunta, acho pouco provável, já que o livro do Rydel foi escrito nove anos depois desse... :d

    ResponderExcluir
  24. Tem a alguma história do amigo dele ? o Bib Webb com a secretária Becky ?

    ResponderExcluir

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

Rolando No Romantic Girl:

Em Breve!!!
 


Suelen Mattos Romantic Girl | Designed by: Shop Like a Woman , TNB | Distributed by Deluxe Templates